A TVI arriscou e resolveu estrear Biggest Deal em dia de eleições autárquicas e de dois importantes jogos do campeonato, entre os quais um Sporting x Porto. Dificilmente o regresso de Teresa Guilherme aos reality shows poderia ter corrido pior.

A gala inaugural de Biggest Deal foi o quinto programa mais visto deste domingo, com apenas 701 mil espectadores. Segundo os dados da GfK, a aposta da TVI registou 7,2% de audiência e 17,1% de share, obtendo a pior estreia de um reality show ao domingo na estação.

Na média do período em que Biggest Deal esteve no ar, entre as 21h58 e as 23h44, a TVI até conseguiu liderar. A disputa pelo segundo lugar foi renhida, com SIC (6,7% / 15,7%) e RTP1 (6,6% / 15,6%) muito próximas. No entanto, os três canais alternaram na liderança ao longo da noite.

O público feminino foi o mais interessado no novo formato da TVI (20,6% de share), enquanto os homens (12,7%) estiveram mais atentos às contas do campeonato ou das autárquicas. Tal como outros realities, Biggest Deal também registou maior afinidade no público entre os 15 e os 24 anos (25,1%).

A última estreia de um reality show de domingo na TVI foi em setembro de 2016, com Secret Story 6 a conseguir 1 milhão e 188 mil espectadores (12,5% / 29,7%). Ontem Biggest Deal teve quase meio milhão de espectadores a menos.

TVI e SIC Notícias vencem noite eleitoral

A emissão eleitoral da TVI foi o programa mais visto do dia, tendo liderado no seu horário. Com 9,7 pontos de rating e 20,7% de share, Autárquicas 2017 foi visto por 941 mil espectadores. A TVI liderava folgadamente na reta final da transmissão, quando teve de a interromper para emitir Biggest Deal: às 21h38 registou-se um pico de 13,0% / 26,9%.

Na SIC, o Jornal da Noite: Eleições Autárquicas foi segundo no horário, com 8,4% / 18,0%. No confronto direto, entre as 19h50 e as 22h03, a RTP1 registou uma média de 7,5 / 15,9%.

Com a maior de todas as coberturas, a Noite Eleitoral da estação pública começou às 19h57 e prolongou-se até perto da 1h, ficando com uma média de 6,5% / 16,3% na RTP1 e 1,0% / 2,5% na RTP3. Antes, às 18h30, o especial Hora Decisiva registou 3,3% / 8,9% na Um e 1,3% / 3,6% no canal de notícias.

Com o fim das emissões eleitorais na SIC e na TVI, os interessados na corrida eleitoral mudaram para a RTP1 e sobretudo para o cabo. A SIC Notícias esteve em destaque, com o especial Autárquicas 2017: Dia de Eleições, emitido a partir das 22h03 e até perto da 1h, a registar 1,8% / 5,2% (178 mil espectadores). Às 22h50, durante um intervalo da RTP1, a SIC Notícias registou um pico de 4,4% / 10,5%, sendo vista por 430 mil espectadores.

Também a RTP3 esteve em destaque no final da noite, após a RTP1 terminar a emissão especial. Autárquicas 2017: A Hora Seguinte, emitido a partir das 0h56, registou 1,1% / 8,6% e chegou a superar a RTP1 e a TVI. Emitido às 1h51, o 24 Horas marcou 0,6% / 7,1%.

Na TVI24, a cobertura das Autárquicas 2017 começou às 21h53 e registou 1,2% / 3,1%. A CMTV deu prioridade aos jogos de futebol, secundarizando as eleições. O programa Golos dedicado ao Sporting x Porto registou 1,2% / 2,7%, e o acompanhamento do Marítimo x Benfica marcou 1,4% / 3,2%. Entre os dois jogos, o especial de 15 minutos Eleições Autárquicas: Decisão 2017 registou 1,8% / 3,8%.