O espetáculo da moda parece não ter fim. Depois de Nova Iorque e Londres os focos estiveram, entre os dias 20 e 25 de Setembro, em Milão. Na passada semana, Itália recebeu mais uma edição da Milano Moda Donna, conhecida como a Semana da Moda de Milão, onde Portugal esteve representado. O evento contou com a participação de cinco designers de moda lusos que levaram o que de melhor se faz cá dentro para fora.

Realizado trimestralmente, um dos eventos de moda mais seguidos por todo o mundo recebeu marcas e criadores como Max Mara, Moschino, Giorgio Armani, Versace ou Salvatore Ferragamo contando com uma média de dez desfiles diários. Entre alguns destes gigantes da moda estavam Carlos Gil e Pedro Pedro, dois designers nacionais que nos últimos anos têm levado o nome de Portugal aos sete cantos do mundo e conquistado o seu lugar no mundo da moda.

A presença portuguesa não é uma novidade. Esta é já a quinta edição consecutiva em que designers nacionais têm oportunidade de mostrar os seus coordenados na Semana da Moda de Milão. A participação conta com o apoio do Portugal Fashion, um projeto a nível nacional e internacional que promove a moda portuguesa.

Adelino Costa Matos, presidente da Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE) e promotor do Portugal Fashion revelou à agência lusa que a participação na semana da moda de Milão é fundamental para “reforçar a posição de prestígio do Portugal Fashion junto da Camera Nazionale della Moda Italiana, a entidade que desde 2015 nos permite levar a Milão o melhor da moda portuguesa”.

Mas a conquista vai continuar.A partir de dia 26 e até 3 de outubro, a moda portuguesa vai poder ser vista na semana da moda de Paris, em França, onde Susana Bettencourt, Carla Pontes, Luís Buchinho e Alexandra Moura vão novamente contar com o apoio do Portugal Fashion.

Lê também: RUBEN RUA APRESENTA COLEÇÃO DE MALAS EM MILÃO

Carlos Gil

O centro de exposições Le Cavallerizze foi o palco que recebeu na passada sexta-feira (22) os coordenados de Carlos Gil. O designer natural de Moçambique teve a oportunidade de apresentar Tropical Urban SS18, a sua mais inédita coleção de Primavera/Verão, na cidade italiana.

https://www.instagram.com/p/BZWkeYPlnpH/?taken-by=carlos_gil_designer

Carlos Gil apresentou ao público uma coleção baseada na estética do athleisure, um conceito associado à tendência de transportar peças de vestuário de desporto para os looks do dia-a-dia.

A marca afirmou que a grande inspiração da coleção estava na arquitetura contemporânea cosmopolita e nos ambientes tropicais. “A coleção funde estas realidades antagónicas, e sugere-nos uma estética racional e orgânica, que transporta para o mundo feminino as referências rígidas e rigorosas da malha urbana, enaltecidas pelos apontamentos simples e depurados da natureza.”

À elegância urbana a que o designer nos habituou unem-se agora tons e padrões fortes onde se destacam o magenta, amarelo, esmeralda e violeta. A esta faceta mais exuberante associam-se ainda cores neutras como o camel num trabalho que apresenta a faceta mais descontraída e leve do mundo citadino.

Pedro Pedro

Foi também no dia 22 que Pedro Pedro apresentou, em Milão, uma coleção através da qual pretendia romper com a uniformidade atual.

Se Carlos Gil se vai inspirar no que de mais contemporâneo se pode encontrar nas grandes cidades, Pedro Pedro opta por deixar de lado a atualidade e recuar no tempo. O designer de 44 anos focou-se na época de 80 e numa das mais reconhecidas obras de George Orwell, 1984, para criar peças onde as questões da norma e das regras foram (re)pensadas. Em oposição ao mundo normativo que nos é apresentado na obra literária que dá nome à coleção, os anos 80 surgem como uma década onde reinava a exuberância e a individualidade de cada um, um espírito de rutura e liberdade que Pedro Pedro quis que estivesse presente no seu mais recente trabalho.

Com foco no street e sportswear, calçado desportivo e peças de desenho básico, o designer optou por explorar os estampados sobretudo geométricos, como barras ou quadrados.

A intenção de trabalhar materiais técnicos como nylons ou poliamidas que foi demonstrada na coleção anterior continua presente. Mas desta vez a cor é rainha. Nas propostas para a próxima estação quente o designer utilizou uma paleta de cores fortes onde o rosa choque, amarelo ou o laranja marcam presença quer individualmente quer em conjunto num só coordenado.

Semana da Moda de Milão e White Milano

Nem só nas passerelles de Carlos Gil e Pedro Pedro Portugal se fez notar na mais recente edição da Semana da Moda de Milão. Katty Xiomara, Carla Pontes, Luís Buchinho e as marcas TM Collection by Teresa Martins e Pé de Chumbo tiveram também oportunidade de apresentar as suas coleções de Primavera/Verão 2018.

Em paralelo com os tradicionais desfiles, estas marcas portuguesas marcaram presença no certame italiano White Milano através do projeto Next Step, “braço comercial” do Portugal Fashion. White Milano trata-se de uma feira de moda que cada vez tem chamado a atenção de mais compradores a nível mundial e que, para Adelino Costa, é uma grande mais valia promocional para as marcas portuguesas.