It continua a bater recordes. A adaptação da obra de Stephen King é o filme de terror mais lucrativo de sempre. A película acumula, em 17 dias, um total de 405 milhões e 521 mil euros de receitas mundiais, tendo ultrapassado toda a concorrência.

No mercado norte-americano, onde os valores já ultrapassaram os 220 milhões de euros, It consegue ultrapassar um máximo que estava reservado, desde 1973, para O Exorcista. O filme de William Friedkin era, até agora, o filme de terror mais rentável de sempre, com valores próximos dos 200 milhões.

No entanto, estes são valores que não têm em conta a inflação e as valorizações monetárias. Se os valores forem convertidos para os níveis de hoje, O Exorcista alcançaria quase 800 milhões de euros de receita só no mercado norte-americano.

It: O melhor de setembro e o melhor na estreia

No entanto, quando o assunto são os números, It tem muitas mais medalhas para carregar. Foi a melhor estreia de sempre no mês de setembro, com 104,670 milhões de euros no primeiro fim-de-semana de exibição.

Alcançou também o registo de melhor fim-de-semana de estreia para um filme para maiores de 18 (R-Rated), ultrapassando o irreverente Deadpool.

O mais visto de Stephen King

Na lista de vitórias, há mais uma. O filme é a adaptação de uma obra de Stephen King que melhor se saiu no Box Office, conforme mostra o Box Office Mojo. O filme destronou com facilidade o segundo classificado, The Green Mile. O drama de 1999, protagonizado por Tom Hanks e Michael Clarke Duncan gerou 116 milhões de euros em receita. It, em pouco mais de duas semanas, já arrecadou quase o dobro deste valor.

Como termo de comparação, veja-se a adaptação de The Dark Tower, com Idris Elba e Matthew McConaughey. O filme, a única outra adaptação de um título de King feita esta década, gerou pouco mais de 50 milhões de dólares no total.

Lê também: It – A flutuar entre o terror e a comédia

Os méritos do sucesso de It poderão estar relacionados com a forte campanha promocional que foi feita, que incluiu posters aliciantes e um marketing viral mais direto. O realizador Andy Muschetti partilhou, por exemplo, um cartaz a descrever o desaparecimento de um dos personagens do filme, Richie Tozier. Também Bill Skarsgard esteve em diversos talk-shows a promover It.

A opinião dos espectadores continua a ser positiva: o rating no Rotten Tomatoes é de 85%. O regresso de Pennywise já está, por isso mesmo, garantido. A 6 de setembro de 2019 vai chegar mais uma série de crimes do palhaço.