Simone: o Musical tem estreia marcada para este sábado à noite no Teatro Tivoli BBVA, em Lisboa. O espetáculo marca o regresso aos palcos da intérprete de Desfolhada.

A atriz, a locutora, a jornalista, a intérprete. São vários os epítetos daquela que, para a maioria, é conhecida simplesmente por Simone.

A partir deste sábado, as cortinas do Tivoli abrem-se para recordar os temas e as personagens que envolveram a vida de Simone, que tantas vezes foi bastião da consciência nacional, dos seus problemas políticos e sociais e da tolerância necessária para se existir.

Nas palavras da UAU, produtora do musical:

«Amada por todos, Simone de Oliveira é sinónimo de força, autenticidade e coragem. Artista completa, na sua carreira abraçou mais de sete ofícios, fazendo sempre frente aos desafios que a vida lhe lançou. Sem temer, ou temendo muito, desbravou caminhos e fez-se ouvir numa sociedade adversa às mulheres com voz»

Num ano em que a actriz e cantora portuguesa comemora oito décadas de vida e seis de carreira, o regresso aos palcos não podia ser mais marcante do que com um musical inspirado na sua própria história. Uma carreira cheia de sucessos e emoções, vivida ao lado de nomes como Varela Silva, Ary dos Santos, Carlos do Carmo e David Mourão Ferreira, referidos ao longo da peça.

O musical promete memórias e uma vista privilegiada para a vida de quem já teve um país com o seu nome e que o chocou, cantando, “quem faz um filho, fá-lo por gosto”.

O elenco

Simone: o Musical conta com um vasto elenco constituído por nomes habituais do teatro nacional. FF, José Raposo, Maria João Abreu, Marta Andrino e Pedro Pernas, são alguns dos actores que fazem parte deste projecto.

A própria Simone também surge algumas vezes ao longo da peça, sendo que, no final, interpreta Apenas o Meu Povo, uma canção de José Carlos Ary dos Santos e Fernando Tordo e com a qual participou no Festival RTP da Canção, em 1973.

O texto e a encenação são de Tiago Torres da Silva, a direção musical está a cargo de Renato Júnior e a cenografia é de Catarina Amaro.

Simone

Foto: divulgação

Sobre a diva portuguesa

Filha de pai belga e mãe portuguesa, Simone de Oliveira cresceu em Lisboa. Aos 19 anos, matriculou-se no Centro de Preparação de Artistas da Emissora Nacional.

A estreia da cantora em público ocorreu, em janeiro de 1958, no primeiro Festival da Canção Portuguesa, realizado no cinema Império, em Lisboa. Dois anos depois voltou a participar e venceu.

Estreou-se no teatro de revista em 1962 e, em 1969, venceu pela segunda vez o Festival RTP da Canção com o tema Desfolhada Portuguesa, da autoria de José Carlos Ary dos Santos e Nuno Nazareth Fernandes.

Simone representou ainda o país nos festivais da Eurovisão e da Organização Televisiva Ibero-Americana (OTI). Teve grandes nomes da poesia portuguesa a escrever para ela e é, até aos dias de hoje, uma referência do país a vários níveis.

O próprio autor do musical, Tiago Torres da Silvajá escreveu vários poemas para a cantora. Ele e Renato Júnior são os autores de À Espera das Canções, tema com o qual Simone concorreu ao Festival RTP da Canção, em 2015.

Onde e quando podes ver Simone: o Musical

O musical sobe ao palco do Teatro Tivoli BBVA, em Lisboa, este sábado, pelas 21h30. Vai poder ser visto de quinta a sábado, nesse mesmo horário, e aos domingos às 16h30.

Depois da capital, estará em cena nos dias 10 e 11 de novembro no Coliseu do Porto. No primeiro dia às 21h30 e no dia 11 às 16h30.

Segue depois para o CAE da Figueira da Foz, onde vai estar no dia 17 de novembro, às 21h00, e no dia 18 às 16h30 e 21h30.

Os bilhetes estão disponíveis nos locais habituais e os preços variam entre os 12,50 e os 27,50 euros.

Escrito por Helena Moreira e Maria João Pica

LÊ TAMBÉM: HISTÓRIA DO CERCO DE LISBOA GANHA VIDA EM PALCO ESTA QUINTA-FEIRA