Simone
Foto: VisualHunt

‘Simone: o Musical’ traz Simone de Oliveira de volta aos palcos

Simone: o Musical tem estreia marcada para este sábado à noite no Teatro Tivoli BBVA, em Lisboa. O espetáculo marca o regresso aos palcos da intérprete de Desfolhada.

A atriz, a locutora, a jornalista, a intérprete. São vários os epítetos daquela que, para a maioria, é conhecida simplesmente por Simone.

A partir deste sábado, as cortinas do Tivoli abrem-se para recordar os temas e as personagens que envolveram a vida de Simone, que tantas vezes foi bastião da consciência nacional, dos seus problemas políticos e sociais e da tolerância necessária para se existir.

Nas palavras da UAU, produtora do musical:

«Amada por todos, Simone de Oliveira é sinónimo de força, autenticidade e coragem. Artista completa, na sua carreira abraçou mais de sete ofícios, fazendo sempre frente aos desafios que a vida lhe lançou. Sem temer, ou temendo muito, desbravou caminhos e fez-se ouvir numa sociedade adversa às mulheres com voz»

Num ano em que a actriz e cantora portuguesa comemora oito décadas de vida e seis de carreira, o regresso aos palcos não podia ser mais marcante do que com um musical inspirado na sua própria história. Uma carreira cheia de sucessos e emoções, vivida ao lado de nomes como Varela Silva, Ary dos Santos, Carlos do Carmo e David Mourão Ferreira, referidos ao longo da peça.

O musical promete memórias e uma vista privilegiada para a vida de quem já teve um país com o seu nome e que o chocou, cantando, “quem faz um filho, fá-lo por gosto”.

O elenco

Simone: o Musical conta com um vasto elenco constituído por nomes habituais do teatro nacional. FF, José Raposo, Maria João Abreu, Marta Andrino e Pedro Pernas, são alguns dos actores que fazem parte deste projecto.

A própria Simone também surge algumas vezes ao longo da peça, sendo que, no final, interpreta Apenas o Meu Povo, uma canção de José Carlos Ary dos Santos e Fernando Tordo e com a qual participou no Festival RTP da Canção, em 1973.

O texto e a encenação são de Tiago Torres da Silva, a direção musical está a cargo de Renato Júnior e a cenografia é de Catarina Amaro.

Simone
Foto: divulgação

Sobre a diva portuguesa

Filha de pai belga e mãe portuguesa, Simone de Oliveira cresceu em Lisboa. Aos 19 anos, matriculou-se no Centro de Preparação de Artistas da Emissora Nacional.

A estreia da cantora em público ocorreu, em janeiro de 1958, no primeiro Festival da Canção Portuguesa, realizado no cinema Império, em Lisboa. Dois anos depois voltou a participar e venceu.

Estreou-se no teatro de revista em 1962 e, em 1969, venceu pela segunda vez o Festival RTP da Canção com o tema Desfolhada Portuguesa, da autoria de José Carlos Ary dos Santos e Nuno Nazareth Fernandes.

Simone representou ainda o país nos festivais da Eurovisão e da Organização Televisiva Ibero-Americana (OTI). Teve grandes nomes da poesia portuguesa a escrever para ela e é, até aos dias de hoje, uma referência do país a vários níveis.

O próprio autor do musical, Tiago Torres da Silvajá escreveu vários poemas para a cantora. Ele e Renato Júnior são os autores de À Espera das Canções, tema com o qual Simone concorreu ao Festival RTP da Canção, em 2015.

Onde e quando podes ver Simone: o Musical

O musical sobe ao palco do Teatro Tivoli BBVA, em Lisboa, este sábado, pelas 21h30. Vai poder ser visto de quinta a sábado, nesse mesmo horário, e aos domingos às 16h30.

Depois da capital, estará em cena nos dias 10 e 11 de novembro no Coliseu do Porto. No primeiro dia às 21h30 e no dia 11 às 16h30.

Segue depois para o CAE da Figueira da Foz, onde vai estar no dia 17 de novembro, às 21h00, e no dia 18 às 16h30 e 21h30.

Os bilhetes estão disponíveis nos locais habituais e os preços variam entre os 12,50 e os 27,50 euros.

Escrito por Helena Moreira e Maria João Pica

LÊ TAMBÉM: HISTÓRIA DO CERCO DE LISBOA GANHA VIDA EM PALCO ESTA QUINTA-FEIRA

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Tilda Swinton no noon filme de Pedro Almodovar
Pedro Almodóvar e Regina King juntam-se à seleção do Festival de Veneza