A Fábrica de Nada: o cinema português pelo mundo

A Fábrica de Nada tem como plano de fundo o panorama social e financeiro que se vive nos últimos anos em Portugal e na Europa. Conta a história e a luta de um grupo de operários quando estes descobrem que a administração da sua fábrica está a desmantelar o seu local de trabalho. Desenrola-se então um conflito pela permanência, que irá inevitavelmente conduzir a um colapso geral dos trabalhadores. Pelo crescente e atualizado sentimento de impotência surge a história da falência desta fábrica de elevadores. A imprevisibilidade do mercado de trabalho ajuda aqui a pintar um mundo prestes a ruir e a própria crise. Desta parábola nasce um improvável musical, esse que já foi reconhecido em festivais de cinema por todo o mundo.

Com a participação de José Smith Vargas, Carla Galvão, Njamy Sebastião, Joaquim Bichana Martins e Daniele Incalcaterra nos principais papeis. A película é assinada por Pedro Pinho na realização e contando com uma produção de Terratreme Filmesco-fundada pelo mesmo realizador.

A Fábrica de Nada foi, inicialmente, reconhecido no Festival de Cannes 2017, em maio deste ano, pela atribuição do Prémio FIPRESCI da Federação Internacional da Imprensa Cinematográfica. Já no mês de Julho foi considerado o Melhor Filme do Festival de Cinema de Munique, através da entrega do Prémio Cinevision.

 O filme de Pedro Pinho volta agora a ser novamente distinguido neste passado sábado (16 de setembro) com o Prémio de Melhor Realização, no Duhok Internacional Film Festival (Iraque). Ao mesmo tempo que na Hungria o filme português arrecada o Grande Prémio do Júri no Jameson CineFest Miskolc Internacional Film Festival.

Em Portugal a sua distribuição estará destinada a salas de cinema selecionadas. O filme A Fábrica de Nada tem data de estreia nos cinemas nacionais no próximo dia 21 de Setembro.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
‘Dungeons & Dragons’: Hugh Grant e Sophia Lillis juntam-se ao elenco