Ao longo dos próximos meses, o Centro Cultural de Belém trará, a Lisboa, poesia, debate, cinema e música, com a revolução russa como mote.

O ciclo a propósito do centenário desta revolução fecha a 19 de novembro com a Orquestra Sinfónica Metropolitana.

Ainda há quatro, dos cinco eventos organizados pelo CCB, sobre a revolução de 1917, aos quais podes assistir.

Revolução Russa

Foto: divulgação

Maiakovski, Prokofiev, Eisenstein e Schostakovich são apenas alguns dos nomes artisticamente ligados ao socialismo russo e homenageados neste ciclo.

A arte e a política entrelaçam-se na Rússia bolchevique que ganha destaque e que “inspirou” e “assombrou” o país e o mundo durante as décadas que se lhe seguiram.

O que ainda podes ver

A 26 de setembro, Maiakovski conta com José Fanha para lhe dar voz. Em outubro, José Pacheco Pereira, Raquel Varela, Ruben Carvalho e Jaime Nogueira Pinto vão estar em debate e Serguei Eisenstein toma conta do ecrã.

Para terminar, o Grande Auditório do CCB recebe a Orquestra Sinfónica Metropolitana.

Com uma data em setembro, duas em outubro e uma em novembro, A Revolução Russa -100 anos depois promete refletir e cultuar as obras e o legado de um vasto Estado (URSS) de forma crítica e observadora.

Os preços para os eventos podem ir dos 4€ aos 20€.

Mais informações sobre o ciclo aqui.

LÊ TAMBÉM: TAPE FACE ESTREIA-SE EM PORTUGAL ESTE MÊS