Em 1991, Twin Peaks já se encontrava a meio gás quando foi cancelada. A série de culto de David Lynch teve direito a uma terceira temporada (26 anos depois) intitulada Twin Peaks: O Regresso. Foram 18 episódios que deliciaram os antigos fãs da série e os mais novos que a ela se renderam.

Tal como Twin Peaks nos habituou, o sítio in da noite na cidade sempre foi o clássico Roadhouse, onde a música e a dança eram rainhas. Fosse mero entretenimento para quem assistisse ou tivesse um maior propósito, os momentos musicais de Twin Peaks eram intermediários entre David Lynch e os espectadores. Nesta temporada, o poder introspetivo foi reforçado ao mesmo tempo que o abstrato e o surreal estavam cada vez mais presentes.
No total dos 18 episódios desta terceira temporada, artistas internacionalmente reconhecidos não faltaram, mas isso não nos impediu de fazer uma lista dos melhores cameos musicais.

5. Rebekah Del Rio

https://youtu.be/HfRPLbSyiSM

Para os fãs de David Lynch, Rebekah não é de todo desconhecida. Quem há uns anos apareceu em Mulholland Dr., deu agora um saltinho a Twin Peaks no episódio dez. Lynch co-escreveu o tema No Stars e Rebekah levou-o avante numa interpretação radiante e nostálgica. Depois da ação e do “o que é que acabou de acontecer aqui…?”, Rebekah faz questão de prolongar o sonho com uma lenta balada.

4. Au Revoir Simone

As Au Revoir Simone foram especiais na consideração de Lynch e fizeram cameos no episódio 4 e 9. A Violent Yet Flammable World e Lark foram as escolhidas para finalizar respetivos episódios em beleza. Afinal, o dream pop destas americanas não poderia combinar melhor com o surrealismo em que somos envolvidos cada vez que tomamos uma dose de Twin Peaks.

3. Nine Inch Nails

As amizades de Lynch e Trent Reznor deram origem a isto e nós nunca nos sentimos tão bem por ouvir “Ladies and gentlemen, the Roadhouse is pleased to present the Nine Inch Nails”. No episódio mais críptico de todo o mundo de Twin Peaks, a Part 8, She’s Gone Away tomou de assalto a cidade e o Roadhouse quase caiu.

2. Eddie Vedder

Introduzido como Edward Louis Severson (ou Eddie Vedder para os amigos) e de guitarra em punho, entrou destemidamente com Out of Sand. Eddie compôs o tema propositadamente para este cameo no episódio 16 e com ele seguiu-se mais um momento enigmático da famosa Audrey Horne. Talvez a Part 16 foi a mais importante musicalmente para a consolidação da terceira temporada como uma narrativa aberta.

1. Julee Cruise

https://www.youtube.com/watch?v=wMSfp2lizW0

A performer do sítio, artista familiar que atuou inúmeras vezes no Roadhouse, Julee Cruise foi a escolhida para o episódio 17. Da última vez que a vimos interpretou Falling, o tema de encerramento de Twin Peaks, com a sua distinta voz angelical.

The World Spins foi a escolhida para o término do penúltimo episódio e para encerrar os momentos musicais da temporada. Um cenário todo ele Black Lodge terminou em perfeição a misteriosa e imponente Part 17.