A Estrada Subterrânea, obra vencedora do Prémio Pulitzer 2017 na categoria Ficção, do norte-americano Colson Whitehead, chega esta quarta-feira às livrarias portuguesas pelas mãos da editora Alfaguara. O romance, elogiado pela crítica e recomendado por personalidades como Barack Obama e Oprah Winfrey, já arrecadou vários prémios.

De acordo com o júri do Prémio Pulitzer, A Estrada Subterrânea é “uma inteligente fusão de realismo e alegoria, que combina a violência da escravidão e o drama da fuga num mito que fala para a América contemporânea”.

No seu livro, Colson Whitehead recupera o período esclavagista vivido nos EUA no século XIX para criar uma narrativa sobre a escrava Cora que foge de uma plantação de algodão, no estado sulista da Geórgia, por um caminho subterrâneo clandestino em busca de liberdade.

Pulitzer 2017

Foto: capa da edição portuguesa

Em 2016, A Estrada Subterrânea venceu o National Book Award, ao qual se somaram, este ano, o Prémio Pulitzer, o Andrew Carnegie Medal of Excellence e o Arthur C. Clarke Award, na categoria de Ficção. Para além destas distinções, o livro integra a lista dos nomeados para o prestigiante Man Booker Prize, cujo vencedor será anunciado no próximo mês.

Pulitzer 2017: do papel para o ecrã

Assim que publicado, em agosto do ano passado, The Underground Railroad (título original do romance) foi um sucesso imediato e durante mais de 40 semanas manteve-se nos tops de vendas nos EUA.

O livro de Colson Whitehead despertou igualmente interesse no cineasta Barry Jenkins, conhecido pelos filmes Medicine of Melancholy (2008) e Moonlight (2016), que dará uma nova vida à história no pequeno ecrã.

Os detalhes, bem como a data de estreia da série ainda não foram anunciados.

Lê também: Editora Guerra e Paz publica nova edição de ‘Orgulho e Preconceito’