A Warner Bros. anunciou que vai produzir uma nova adaptação de Lord of the Flies. Desta vez, todo o elenco será constituído por mulheres.

O filme baseia-se na obra de William Golding, que retrata um grupo de rapazes de um colégio interno, preso numa ilha deserta e sem qualquer figura de autoridade. O romance já foi adaptado para o grande ecrã por duas vezes: em 1963, por Peter Brook, e em 1990, por Harry Hook.

Apesar desta versão alternativa se focar agora num grupo de raparigas, o filme será realizado por dois homens. O cargo foi entregue à dupla Scott McGehee e David Spiegel, que já trabalhou junta em What Maisie Knew (2013).

Uma nova perspetiva

Em entrevista ao Deadline, Spiegel afirmou que a intenção é fazer uma adaptação “muito fiel, mas contemporânea” do romance. “É uma história intemporal, que é especialmente relevante nos dias de hoje, com os conflitos do bullying”, acrescentou. Por sua vez, McGehee explicou que esta versão ” pode ajudar as pessoas a verem a história de uma nova perspetiva. Quebra com certas convenções, com a maneira como vemos os rapazes e agressão.”

Todavia, algumas pessoas já manifestaram a sua desconfiança relativamente a esta mudança. Para alguns, a “masculinidade tóxica” de Lord of the Flies não pode ser transposta para um grupo de raparigas.

O guião desta adaptação feminina de Lord of the Flies ainda não foi finalizado e o filme não possui qualquer data de estreia prevista.