O terceiro álbum dos portugueses Orelha Negra, que à semelhança dos anteriores tem como título homónimo Orelha Negra, será lançado no dia 15 de setembro pela Meifumado. Já se encontra disponível em pré-venda online.

Entre os sons e samples de Sam The Kid, as dinâmicas dos teclados de João Gomes, o groove do baixo de Francisco Rebelo, a batida forte e certeira de Fred Pinto Ferreira e os scratches inesperados de DJ Cruz Fader, tornam-se no único grupo de Hip Hop em Portugal que não tem um vocalista. E na realidade não precisam.

Esta reunião de artistas, que ao longo dos últimos anos tem vindo a deixar uma marca ambiciosa na música portuguesa, transporta-nos para uma herança pesada do Soul, um Hip Hop mais irreverente e uma singular alma portuguesa, que é o ponto de partida para uma música que tem a modernidade como ponto de chegada.

No álbum de estreia ofereceram-nos uma visão completamente nova e singular da moderna música urbana pós-Hip Hop. Mas nos 13 temas que compõem o seu terceiro disco de originais, os Orelha Negra não se afastam nem um pouco da sua proposta inicial de redefinirem a música de raiz Hip Hop. Trata-se de uma espécie de viagem espiritual carregada de psicadelismo e de libertação cósmica, uma vez mais de uma forma completamente surpreendente, até porque remetem-nos para a genealogia do Soul, com enfâse particular no Boogie.

orelha negra

Tracklist:
01 – NASCENTE
02 – APOLO 70
03 – A SOMBRA
04 – DUAS CARAS
05 – OST
06 – CLAIRE
07 – SOUL2
08 – SKYLAB
09 – FENIX
10 – SANTA ELA
11 – READY
12 – ÚLTIMA VOLTA
13 – PARTE DE MIM

No dia em que lançam o terceiro disco sobem a palco no Festival Iminente, que decorre nos dias 15, 16 e 17 de setembro, em Oeiras.

LÊ TAMBÉM: NOVA EDIÇÃO DO FESTIVAL DE VHILS E DOS UNDERDOGS JÁ TEM CARTAZ

 O albúm já se encontra disponível em pré-venda na Fnac (CD e Vinil).