Todos os anos, a revista Forbes divulga a lista dos atores mais bem pagos no mundo. Este ano não foi excepção, e o Espalha-Factos apresenta-te os atores que viram as suas carteiras bem recheadas no ano 2017.

Os dez atores mais bem pagos do mundo obtiveram um lucro somado de aproximadamente 414.5 milhões de euros no ano de 2017. Este valor distancia-se quase a triplicar do lucro obtido pelas suas colegas do sexo feminino, levantando novamente alegações de desigualdade de género no mundo do cinema.

Lê também: Emma Stone é a atriz mais bem paga do mundo

Encabeçando a lista, que integra atores predominantemente de Hollywood e Bollywood, surge Mark Wahlberg, lucrando uns impressionantes 57 milhões de euros. Wahlberg compôs o seu salário astronómico através de filmes como Pai Há Só Um… Ou Dois e Transformers: O Último Cavaleiro. Para além dos seus projectos na Sétima Arte, que obtiveram uns impressionantes 4.4 biliões de euros em receitas na bilheteira mundial, Mark Wahlberg obtém um lucro substancial a partir do reality show baseado na sua cadeia de restaurantes de fast-food, Wahlburguers, transmitido no canal A+E.

Dwayne Johnson, ou The Rock, como preferirem chamar, ocupa o segundo lugar da tabela, com 54.5 milhões de euros. Começando a sua carreira como wrestler, The Rock subiu à alta roda de Hollywood, recebendo atualmente cheques chorudos por filmes como Baywatch: Marés Vivas e Jumanji: Welcome to the Jungle. No pequeno ecrã, Dwayne Johnson recebe também um ordenado generoso pela série Ballers, da HBO.

The Rock é seguido de perto por Vin Diesel, que ocupa o terceiro lugar da lista com um lucro de 45.7 milhões de euros. O oitavo filme do famoso franchise Velocidade Furiosa foi o segundo filme mais lucrativo de 2017, ultrapassando a marca dos mil milhões de euros em receitas na bilheteira mundial. A juntar à sua participação invicta na saga Velocidade Furiosa, Vin Diesel arrecadou boas quantias com a participação na longa-metragem de ação, xXx: O Regresso de Xander Cage, sendo que também teve um papel preponderante no Universo Marvel, dando voz ao adorável Groot, em Guardiões da Galáxia Vol. 2.

Seguimos para o quarto lugar da tabela, ocupado este ano pelo rei das comédias de domingo. Adam Sandler, que ganhou um pouco mais de 42 milhões de euros, possui uma parceria com a titã de streaming norte-americana Netflix, que lhe ofereceu um total de 210 milhões de euros para a realização de quatro longas-metragens. A sua primeira comédia ao serviço da Netflix, The Ridiculous 6, obteve uns preocupantes 0% no site de críticas Rotten Tomatoes, mas isso não influenciou a audiência de massas de Sandler. O filme tornou-se na longa-metragem mais vista do mês na plataforma de streaming, e, desde então, a Netflix fez um novo contrato com Sandler para a criação de mais quatro filmes.

Jackie Chan é o quinto classificado desta lista. Com um lucro pouco superior a 41 milhões de euros, Jackie Chan faz a grande maioria do seu lucro em filmes locais que não chegam às salas de cinema europeias/americanas. Filmes como Railroad Tigers e Kung Fu Yoga são os que pagam as contas de um dos atores mais reconhecidos de todos os tempos.

O restante top 10 é constituído pelos mais diversos nomes, desde Robert Downey Jr. e Tom Cruise até aos gigantes de Bollywood, Shah Rukh Khan e Salman Khan. Deixamos-te aqui a lista completa dos 10 atores mais bem pagos de 2017:

  1. Mark Wahlberg (€57 milhões)
  2. Dwayne “The Rock” Johnson (€54.5 milhões)
  3. Vin Diesel (€45.7 milhões)
  4. Adam Sandler (€42 milhões)
  5. Jackie Chan (€41 milhões)
  6. Robert Downey Jr. (€40 milhões)
  7. Tom Cruise (€36 milhões)
  8. Shah Rukh Khan (€32 milhões)
  9. Salman Khan (€31 milhões)
  10. Akshay Kumar (€29.8 milhões)

Estas estimativas salariais são baseadas em informação das mais diversas plataformas, bem como entrevistas com indivíduos influentes na indústria. É importante salientar, ainda na temática da igualdade de género, que a atriz mais bem paga de 2017, Emma Stone com 22.1 milhões de euros, situar-se-ia apenas em 15º lugar no ranking masculino, atrás do seu colega Ryan Gosling que apresenta ganhos na ordem dos 24.3 milhões de euros.

Lê também: Desigualdade de género ou a história que Hollywood não conta

De acordo com a revista Forbes, esta desigualdade salarial deve-se sobretudo ao panorama cinematográfico que enche os grandes ecrãs em dias de estreias – predominantemente dominados por grandes blockbusters e filmes de super-heróis. Justifica-se assim (fracamente), que exista uma menor quantidade de papéis que ofereçam estes salários astronómicos a atrizes, nem tampouco a existência de franchises com parcerias/renegociações favoráveis.