Os rumores passaram à realidade. Stranger Things vai mesmo ter uma terceira temporada, ainda antes de começar a transmissão da segunda.

A confirmação chegou pela boca dos irmãos Ross e Matt Duffer, criadores da série. Os produtores acrescentam ainda que, idealmente, Stranger Things deve terminar na temporada número quatro.

Pensámos em algo que dura quatro temporadas e depois acaba. Não sabemos é se conseguimos justificar que lhes aconteça uma coisa má todos os anos“, gracejou Ross em entrevista à Vulture.

A série foi uma das mais bem-sucedidas da Netflix na última temporada, tendo merecido também um total de 18 nomeações para a próxima edição dos Emmys, que decorre a 17 de setembro.

E o que é que vem aí?

O ambiente dos anos 80, com várias referências à cultura pop da época, vai continuar a dominar a série, que continua a ser perita em motivar a especulação dos fãs.

As teorias, e algumas respostas um pouco preocupantes dos responsáveis pela série, têm gerado rumores sobre a possibilidade de Will (Noah Schnapp) se tornar o vilão na segunda temporada.

No trailer da nova season, que chega a 27 de outubro à Netflix, é visível um “tom mais obscuro e assustador“, que confirma que em 1984 a cidade de Hawkins terá de lidar com uma entidade ainda “maior e mais sinistra” que o Demagorgon.

Quando questionado sobre alguma nota de esperança que pudesse ser dada aos protagonistas, Ross Duffer foi claro: “Eles têm de sair da cidade“.