Liu Yongbiao
Fotografia: Retratos-robô obtidos pela polícia chinesa

China: Escritor detido por homicídios que terão inspirado romance

Liu Yongbiao, premiado escritor chinês, foi detido na passada sexta-feira. O romancista é acusado de quatro homicídios que terá cometido há quase 22 anos. As autoridades chinesas acreditam mesmo que o crime poderá ter sido a grande inspiração para o seu romance O Culpado Secreto.

O escritor chinês estaria a trabalhar no seu próximo livro, o policial A Bela Escritora que Matou, quando as autoridades chegaram a sua casa, em Anhui, uma das províncias mais pobres da China. Segundo o jornal The Paper, citado pelo Sixth Tone, o autor terá percebido de imediato o motivo da visita e terá mesmo comentado que já há muito esperava a detenção.

Tenho estado à vossa espera este tempo todo“.

Ao que tudo indica, Liu Yongbiao terá sido um dos responsáveis pela morte de quatro pessoas num assalto decorrido em 1995, em Huzhou, na província de Chekiang. O autor estaria a assaltar uma pensão juntamente com um cúmplice, um indivíduo identificado como Wang, quando ambos terão sido surpreendidos por um hóspede que tentou evitar o crime. Os detidos terão então agredido a vítima até à morte, acabando por assassinar mais três pessoas para encobrir o crime: o casal proprietário e o seu neto de 13 anos.

A investigação foi aberta várias vezes sem sucesso ao longo dos últimos 22 anos. A última, contudo, foi finalmente conclusiva após um estudo que terá comparado cerca de 60 mil impressões digitais, explica igualmente o Sixth Tone.

No prefácio do seu romance O Culpado Secreto, publicado em 2010, pode ler-se:

“Quero escrever um romance sobre uma escritora bonita que matou muitas pessoas num caso que se mantém por desvendar.”

Existem agora suspeitas que o referido “caso” são mesmo os homicídios de que o escritor é acusado, tendo o crime servido de inspiração para a obra.

Sobre Liu Yongbiao

O autor chinês, de 53 anos, nasceu em Anhui, onde viveu. Ter-se-á tornado escritor depois de não ter conseguido entrar na faculdade.

O reconhecimento, contudo, demorou alguns anos, surgindo essencialmente em 2005, aquando da publicação do romance Um Filme. A obra viria a ser vencedora de vários prémios literários na China e publicada pela Writers Publishing House, a maior editora do país.

Em 2013, o romancista foi mesmo admitido na Associação de Escritores Chineses, tendo visto no ano seguinte uma das suas obras ser adaptada a uma série televisiva.

Segundo o jornal China Daily, Liu Yongbiao terá confessado os crimes numa carta deixada à esposa:

“Agora estou, finalmente, livre do tormento que aguentei por tanto tempo”.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Audiências Porto x Chelsea
Audiências. FC Porto volta a puxar TVI para a liderança