Tim Berling, mais conhecido por Avicii, volta ao mundo da música com o lançamento do esperado AVĪCI. Constituído por seis composições enérgicas, o sueco ressurge após ter anunciado, há um ano e meio, a sua retirada da vida musical.

O regresso de Avicii com AVĪCI 

O lançamento deste seu novo EP é como um renascer das cinzas, para os imensos admiradores da sonoridade característica de Avicii. Composto por seis novas melodias, AVĪCI conta com a participação de vários artistas. Entre eles, está Vargas & Lagola, Rita Ora, Sandro Cavazza, entre outros.

Como tem mostrado em trabalhos anteriores, o produtor sueco adora trabalhar com os êxitos da atualidade. A mais conhecida é provavelmente Rita Ora. Dando o seu toque de pop music à mistura eletrónica do dj, forma-se assim Lonely Together. 

Um zig zag de pausas

A luta interior do músico começou em 2015. Tendo sido o auge da sua carreira, também foi um ano de intenso esforço. A verdade é que, como viria a admitir, a pressão era demais. Depois de ter feito mais de 800 concertos, a ansiedade e o stress apoderaram-se do dj, que anunciou uma longa pausa.

Tendo feito um intervalo de oito meses, o artista sueco pôs mãos ao trabalho, juntamente com um pequeno grupo de amigos. Foi nesse momento que também aceitou atuar no Ultra Music Festival, em Miami. Logo depois de ter aceite, foi bombardeado de outras propostas de festivais. Contudo, rejeitou-as todas.

Dez dias posteriores ao concerto no Ultra, marcado por numerosas dificuldades técnicas, Avicii oficializou o seu afastamento dos palcos. Muitos acharam ter sido de vez, até janeiro de 2017, quando o compositor revelou que pretendia lançar o “maior álbum da sua carreira“.