Annabelle 2: A Criação do Mal, que estreou ontem em Portugal, bateu o recorde do filme de terror mais visto no dia de estreia.

O filme arrecadou quase 65 mil euros no dia de abertura, tendo sido visto nas salas de cinema portuguesas por 11 725 espectadores. Utilizando a receita bruta como referência, estes números representam o melhor dia de estreia de sempre de um filme de terror em Portugal.

Os números em Portugal juntam-se aos bons resultados da estreia nos Estados Unidos. O filme faturou cerca de 3,3 milhões de euros nas primeiras exibições, esta quinta-feira. Os números superam os 1,78 milhões alcançados por Annabelle em 2014.

O site Box Office Mojo prevê que o novo filme da franquia A Evocação possa faturar entre 25 e 30 milhões de euros no primeiro fim-de-semana de exibição nos cinemas norte-americanos.

Em Itália, onde estreou a 3 de agosto, a película já conseguiu uma faturação de 930 mil euros, sendo o filme mais visto da semana pelos espectadores italianos. Superou Atomic Blonde, também em estreia no país durante a semana passada, que gerou menos de 100 mil euros de receita.

LÊ TAMBÉM: ESTREIA DA SEMANA: ANABELLE 2: A CRIAÇÃO DO MAL

Este é já o quarto filme da série A Evocação, que estreou em 2013. Trata-se da prequela de Annabelle (2014). Ambos os filmes se focam numa boneca possuída cuja história é inicialmente contada por Ed e Lorraine Warren, no primeiro filme da série.

Annabelle 2: A Criação do Mal retrata um criador de bonecas e a sua mulher que, anos após a morte trágica da sua filha, abrem as portas de sua casa a uma freira e várias raparigas de um orfanato encerrado. Rapidamente se transformam no alvo de uma boneca possuída criada pelo dono da casa, Annabelle.

A realização é de David F. Sandberg, com guião de Gary Dauberman. O elenco conta com Stephanie Sigman (007 Spectre), Talitha Bateman (A 5.ª Vaga), Anthony LaPaglia (Sem Rasto) e Miranda Otto (Senhor dos Anéis).

O filme estreou em 46 salas nacionais e está disponível em 2D e 4DX.

LÊ TAMBÉM: ANNABELLE 2: A CRIAÇÃO DO MAL – ESTA BONECA NÃO MORRE, NÃO