É já este domingo (dia 6) pelas 22h30, que o documentário Princesa Diana: Na Primeira Pessoa vai estrear em Portugal. Simultaneamente na National Geographic e na Fox Life, o documentário vai contar com declarações da secretária pessoal, da professora de dança e de pessoas próximas da princesa.

O livro Diana: Her True Story, “A sua História Verdadeira” em português, foi lançado em 1992. Este livro revelou os sentimentos e pensamentos da Princesa Diana numa fase particular da sua vida. O livro foi escrito com base em conversas que a Princesa teve um ano antes, no Palácio de Kesington. Estas conversas terão sido gravadas com a sua autorização por um amigo próximo e em nome de Andrew Morton, jornalista. Nesta altura, não seriam ainda conhecidos os problemas que assombravam o casamento entre a Princesa de Gales e o Príncipe Carlos.

Princesa Diana

Princesa Diana

Lê também: Diana: Uma exposição que conta a história através da roupa

Grande parte destas gravações nunca foram emitidas. No entanto, é neste documentário Princesa Diana: Na Primeira Pessoa que é revelada uma perspetiva completamente diferente. É-nos relatada toda a história da Princesa, desde a sua infância até à vida com o Príncipe Carlos, bem como aquela que terá sido a perseguição à sua vida privada e pública por parte da imprensa. Conhecida e acarinhada como a “Princesa do Povo”, podemos ver neste documentário imagens do seu dia de casamento, da sua depressão pós-parto, da bulimia e da sua vida íntima com Carlos.

A produção do documentário está, no entanto, a criar polémica. O irmão da Princesa Diana, Charles Spencer, terá pedido que o mesmo não fosse exibido. Estreia ainda assim hoje (dia 6 de agosto) pelas 22h30, Princesa Diana: Na Primeira Pessoa. 

A Morte da Princesa Diana, a princesa do povo

Diana foi princesa, ícone de moda, ideal de beleza e elegância feminina. E foi admirada pelo seu trabalho de caridade, campanhas de combate à SIDA e às minas terrestres.

Faz este ano 20 anos desde que morreu num acidente de carro, na cidade de Paris, a 31 de agosto de 1997. A sua morte foi um choque para todos e seguida por um grande período de luto no Reino Unido. O seu funeral, em setembro do mesmo ano, foi visto mundialmente por cerca de 2,5 milhões de pessoas, tendo-se tornado num dos eventos televisivos mais assistidos na história.

Lê também: Estilo da princesa Diana ganha documentário

Estamos no vigésimo aniversário desde a sua morte e Diana continua a ser uma figura mediática mencionada em livros, jornais e revistas. Estima-se que o seu nome seja citado cerca de 8 mil vezes por ano na imprensa britânica.