O encontro mais esperado de Game of Thrones chegou finalmente com o terceiro episódio da sétima temporada e tomou grande parte do palco. O que não significa que, noutras regiões de Westeros, grandes acontecimentos não tomassem também lugar. The Queen’s Justice estreou no canal HBO no dia 30 de julho. Em Portugal, a série é exibida no SyFy às segundas-feiras.

Dragonstone

Jon (Kit Harington) chega às praias de Dragonstone e eis que toma lugar o seu aguardado primeiro encontro com Daenerys (Emilia Clarke). A rainha exige que ele se ajoelhe, em honra à aliança que os seus antepassados mantiveram, mas Jon recusa-se.

Ele admite que precisa do vidro de dragão escondido na região para derrotar os White Walkers. Daenerys, aconselhada por Tyrion (Peter Dinklage), percebe que Jon não é seu inimigo e decide responder afirmativamente ao seu pedido.Game of Thrones s07e03

Enquanto isso, Melisandre (Carice van Houten) admite que cumpriu o seu dever de reunir fogo e gelo e decide deixar Westeros – por enquanto. Ao mesmo tempo, Daenerys recebe as notícias da queda das frotas dos Sand e dos Greyjoy, ficando entre a espada e a parede sem saber qual a sua próxima jogada.

O encontro entre os dois protagonistas não desiludiu, de todo. As atuações estiveram à altura e cada um assumiu o seu papel: Daenerys, a rainha confiante e absoluta, mas ainda assim caridosa; e Jon, o rei modesto que ganha pela sua honestidade. Bravo!

King’s Landing

Cersei (Lena Headey) é prendada com o regresso de Euron (Pilou Asbaek), que traz consigo as prisioneiras Yara (Gemma Whelan), Ellaria (Indira Varma) e Tyene (Rosabell Laurenti Sellers). Em troca, Cersei promete casar com ele quando a guerra acabar.Game of Thrones s07e03

Todos sabemos que a atual rainha tem vingança a correr-lhe nas veias e o episódio de hoje não foi exceção. Mantendo Ellaria e Tyene presas numa cela, decide envenenar esta última com o mesmo produto que matou a sua filha Myrcella (Nell Tiger Free), condenando Ellaria a assistir à morte lenta da própria filha.

Lê também: ‘Game of Thrones’ provoca queda no tráfego do Pornhub

Cersei celebra a ocasião, tendo uma noite apaixonada com Jaime (Nikolaj Coster-Waldau) e dormindo a primeira noite descansada que tivera há muito tempo. É para todos evidente que Cersei está rapidamente a caminhar para um estado de loucura, se é que já não chegou lá. E é por isso que nós a adoramos.Game of Thrones s07e03

Winterfell

Sansa (Sophie Turner) parece estar a ser bem-sucedida no que diz respeito a governar o Norte na ausência do seu irmão. A novidade, contudo, surge no reencontro com Bran (Isaac Hampstead Wright).

O jovem tenta explicar-lhe alguns dos seus poderes, embora Sansa só esteja preocupada com a segurança dele, dizendo-lhe que, sendo o último filho legítimo vivo da casa Stark, tem direito a trono do Norte. Claro que Bran não está minimamente para aí virado.Game of Thrones s07e03

Oldtown

Jorah (Iain Glen) recebe a novidade de que o tratamento de Sam (John Bradley) resultou e ele já não está infetado. À medida que Sam é elogiado pelo seu superior, Jorah contempla a hipótese de voltar para junto de Daenerys. Eu, pessoalmente, sou completamente a favor de tal reencontro. Quantos mais, melhor.

Casterly Rock / Highgarden

A frota de Unsullied chega finalmente a Casterly Rock e, graças a um túnel secreto construído por Tyrion há muitos anos atrás, conseguem conquistar a fortaleza. Contudo, depressa se apercebem de que a armada dos Lannister está demasiado reduzida.Game of Thrones s07e03

No minuto seguinte, é revelado que Jaime comandou as suas tropas para Highgarden, acreditando que Casterly Rock será facilmente conquistado de volta. À medida que Highgarden cai para o chão numa questão de segundos, Jaime dirige-se à câmara de Olenna (Diana Rigg).

A idosa aceita o seu destino e Jaime oferece-lhe um veneno como forma de morrer rapidamente e sem dor. Saindo de cabeça erguida, Olenna bebe o veneno e rapidamente admite ser culpada pela morte de Joffrey (Jack Gleeson), pedindo a Jaime que revela a verdade a Cersei. Esta senhora sempre foi a verdadeira rainha da série e aplaudo de pé como, no meio de tantas mortes horríveis, ela encerrou a sua narrativa de forma gloriosa.

NOTA: 8/10