Foi anunciado, na passada segunda-feira, que o próximo filme do franchise James Bond vai estrear no dia 8 de novembro de 2019. Antes desta estreia, será realizada “uma estreia antecipada tradicional no Reino Unido e no resto do mundo”, de acordo com a Eon Productions e com a MGM.

Ainda sem nome oficial, o 25º filme do icónico espião James Bond tem o seu argumento à responsabilidade Neal Purvis e Robert Wade. O par regressa assim ao franchise após o seu envolvimento em Casino Royale (2006), Quantum of Solace (2008) , Skyfall (2012) e Spectre (2015). Outro regresso, segundo a New York Times, é o de Daniel Craig, que voltará assim a vestir a pele do agente 007 após rumores de uma possível saída.

LÊ TAMBÉM: Daniel Craig pede reforma de super-espião.

Relembre-se que Craig afirmou numa entrevista que preferia “cortar os pulsos” do que voltar a participar num filme tão exigente como fora Spectre. Também Sam Mendes, realizador dos dois últimos capítulos da saga, tinha indicado que a sua aventura no mundo do agente mais rentável do mundo havia terminado. No caso do realizador não há qualquer informação sobre o seu regresso, assim como nada se sabe sobre outros membros do elenco deste novo James Bond.

Desde Dr. No (1962) e ao longo de quase seis décadas, James Bond já arrecadou cerca de 7 biliões de euros em bilheteiras a nível mundial, arrastando consigo um legado e impacto cultural inigualável.