Há meses que o concerto dos Radiohead em Israel dá que falar. Apesar da polémica, os britânicos nunca ponderaram cancelar o concerto e fizeram dele um dos mais especiais nos últimos anos. Foi lá que deram o concerto mais longo em onze anos: tocaram 27 canções, percorrendo todos os álbuns da banda.

Vários músicos criticaram os Radiohead por tocarem num país opressor e foram até assinadas petições. Roger Waters e Ken Loach foram dois grandes críticos da decisão da banda, mas Thom Yorke ripostou com um tweet:

Num concerto recente na Escócia, ativistas palestinianos protestaram enquanto a banda estava em palco causando algum aborrecimento a Yorke que repetiu várias vezes “some fucking people!“. Antes da música final Karma Police ser tocada em Israel, Thom Yorke endereçou o público expressando gratidão. “Muito foi dito sobre isto, mas no final de contas tocamos alguma música“, disse o vocalista em relação à polémica.