A confirmação já chegou aos reguladores dos mercados português e espanhol. A Altice adquiriu a participação que a PRISA detinha na Media Capital (MC), holding detentora de vários meios de comunicação em Portugal, nomeadamente a TVI e a Rádio Comercial.

Lê também: O que muda com a Altice na Media Capital?

De acordo com o jornal El País, o Conselho de Administração da empresa espanhola vendeu o grupo português por 440 milhões de euros, o que equivale a um valor de cerca de 2,55 euros por ação.

A operação, feita através da MEO, faz da operadora de televisão por cabo dona de 94,69% da MC. Para que se conclua o processo, esta venda terá agora de ser validada pelos reguladores portugueses, nomeadamente pela Autoridade da Concorrência (AdC).

Michel Combes, CEO da Altice, afirmou esta sexta-feira (14) em conferência de imprensa que a “expectativa” é que, a este nível, o “processo decorra de forma suave”. Afirmou ainda que a empresa “está entusiasmada em juntar a número 1 das telecomunicações em Portugal com a número 1 nos media”.

As negociações, que se tinham iniciado oficialmente no fim de junho, deverão agora continuar. A Altice quer adquirir os restantes 5,3% da Media Capital, que estão dispersos por vários acionistas, retirando assim a holding da Bolsa de Lisboa.

Media Capital: d’O Independente à liderança na televisão portuguesa

tvi

A Media Capital, hoje dona de vários dos mais importantes órgãos de comunicação social nacionais, foi criada em 1992, tendo como ponto de partida o semanário O Independente, lançado em 1989.

Em 1997, expandiu-se para a rádio, com a aquisição da Nostalgia e da Rádio Comercial. Adquiriu, entre 1998 e 1999, a quase totalidade da TVI, iniciando nessa altura as alterações que permitiram o crescimento do canal. A Quatro, inicialmente uma estação com audiências residuais e vários problemas financeiros, acabou por afastar a SIC da liderança das audiências em 2005.

A expansão do grupo continuou, também na área dos conteúdos, com a entrada no capital da NBP, mais tarde transformada em Plural Entertainment, e ainda com o lançamento do seu portal de internet, o IOL, hoje o segundo maior do país, apenas atrás do Sapo… já detido pela Altice.

Desde 2005 que a Prisa iniciou a sua participação no grupo português, tendo em 2007 adquirido a quase totalidade das ações da empresa. Em 2016, a Media Capital apresentou lucros de 19,1 milhões de euros, com uma faturação de 174 milhões, representando um dos ativos mais importantes da empresa espanhola.

Na rádio, além da Comercial, que disputa a liderança do mercado português, detém agora a M80, Cidade, Smooth FM e Vodafone FM.

A empresa está ainda no mercado musical, através da Farol Música, que possui direitos conexos, receitas das obras que vende e trabalha na área da produção de eventos.