A sessão de lançamento da obra A Língua Portuguesa no Mundo – Passado, Presente e Futuro vai decorrer no próximo dia 14, pelas 13 horas, na Fnac do Colombo.

Este evento ocorre através de uma colaboração com a Universidade da Beira Interior (UBI). A organização da obra ficou a cargo de Alexandre António da Costa Luís, Carla Sofia Gomes Xavier Luís e Paulo Osório, investigadores e docentes da UBI.

Além dos já referidos professores, muitos outros docentes e não docentes, de diversos pontos do mundo, contribuíram para a elaboração da obra, o que comprova um dos principais pontos abordados neste livro: o de a língua portuguesa ocupar, atualmente, «um dos lugares cimeiros na lista das línguas que ostentam uma dimensão mundial».

Assim sendo, diversas personalidades contribuíram para esta obra, tais como Carlos Ascenso André, Lei Heong Lok  e Choi Wai Hao (Instituto Politécnico de Macau), Dom Carlos Filipe Ximenes Belo (Prémio Nobel da Paz (1996) – Timor), Concha Rousia (Academia Galega da Língua Portuguesa – Galiza), Domingos Gabriel Ndele Nzau (Universidade 11 de Novembro, Cabinda – Angola), Evanildo Bechara (Universidade Estadual do Rio de Janeiro – Brasil), José Esteves Rei (Universidade de Cabo Verde – Cabo Verde), Manuela Marujo (Universidade de Toronto – Canadá), Masashi Hayashida (Universidade de Osaka – Japão), Célia Bianconi (Universidade de Boston) e Nilma Dominique (Instituto de tecnologia de Massachusetts).

A obra tem como editor as Edições Colibri, projecto editorial vocacionado para publicações de âmbito universitário.

A obra:

obra

Foto: Wook

A obra, de capa mole, conta com 398 páginas. Na sinopse, pode ler-se:

Se tomarmos como referência o universo das línguas europeias, o português situa-se no terceiro lugar, sendo apenas ultrapassado pelo inglês e pelo espanhol. (…) a língua portuguesa tem vindo a registar um forte aumento no capítulo do número de falantes e uma presença cada vez mais expressiva em variados palcos (…) é das línguas com maior potencial de expansão, em resultado de múltiplos fatores.”

Com esta obra, os autores pretenderam reforçar a aposta em estudos dedicados à nossa língua, incidindo nas suas diversas facetas e valias, e esclarecendo também os seus maiores desafios.

Lê também: ADEUS ‘GRANTA – PORTUGAL’, OLÁ “GRANTA EM PORTUGUÊS”