As Pousadas de Portugal celebram, este ano, o seu 75.º aniversário. A data especial é assinalada com uma parceria entre a marca histórica e a José Maria da Fonseca. Foi criado o vinho Vinhas de Algeruz Premium Vineyards, uma casta especialmente criada para a efemeridade.

As Pousadas de Portugal são sinónimo de história, portugalidade e defesa do património material e imaterial. A marca, tendo presentes estes valores, convidou a José Maria Fonseca a criar um vinho cujo sabor combinasse com a vasta gastronomia nacional.

O Vinhas de Algeruz Premium Vineyards é o resultado da parceria. Pretende ser um vinho perfeito para acompanhar qualquer tipo de refeição, desde a mais ligeira à mais composta.

O vinho tinto, da autoria do enólogo Domingos Soares Franco, provém da Vinha Grande de Algeruz na Península de Setúbal. A bebida comemorativa dos 75 anos das Pousadas de Portugal provém de castas Syrah e Castelão e estagiou seis meses em barricas de carvalho francês e americano. A bebida destaca-se pelo seu intenso sabor frutado e o ligeiro toque amadeirado.

Este vinho tem um “paladar aveludado pelos suaves sabores das frutas vermelhas e da baunilha, com taninos marcadamente presentes e bem incorporados e assume-se como o acompanhamento perfeito para os mais típicos pratos da gastronomia nacional. As iguarias confecionadas com carne de caça ou aves e os indulgentes queijos regionais harmonizam de forma absolutamente sublime com o Vinhas de Algeruz”, destaca a José Maria da Fonseca em comunicado de imprensa.

Sobre as Pousadas de Portugal

Criadas 1 de Maio de 1941, por iniciativa de António Ferro, as Pousadas destinavam-se a “alojar os visitantes e fornecer-lhes a alimentação no respeito do estilo de cada região”. A primeira unidade da rede foi inaugurada em 1942, em Elvas, no Alentejo.

Na década de 1950 o conceito de Pousada foi alargado com o surgimento das Pousadas Históricas, instaladas em edifícios e monumentos históricos.

A empresa estatal ENATUR (Empresa Nacional de Turismo) detinha o património das Pousadas até que, em 2003, o Governo tomou a decisão de privatizar as Pousadas de Portugal.

O Grupo Pestana Pousadas foi o vencedor e é, hoje, o responsável pela gestão da rede atual de Pousadas de Portugal, 34 no total.