Dez anos passaram desde a criação do primeiro iPhone e a verdade é que agora é possível fazer-se verdadeiras obras de arte com a câmara do dispositivo.

Os vencedores do iPhone Photography Awards 2017 já foram anunciados e a fotografia de Sebastiano Tomada, que mostra duas crianças iraquianas numa rua de Qayyarah, perto de Mosul, foi a grande vencedora. Nela vê-se uma grande coluna de fumo negro, proveniente dos poços de petróleo incendiados pelo autoproclamado Estado Islâmico. O prémio de Melhor Fotógrafo do Ano, foi conquistado por Branda O Se, da Irlanda, com uma imagem a preto e branco das mãos de um estivador, em Jacarta. 

Com o nascimento do iPhone, surgiu também uma geração de novos fotógrafos. Os utilizadores podem submeter as suas fotografias que passam a ser candidatas a um dos 50 prémios desde as categorias de Animais a Abstrato.

O Espalha-Factos escolheu algumas delas, mas consegues vê-las na totalidade aqui.