Quer seja por questões de luto, traição ou inveja profissional, o novo episódio de Nashville foi recheado de guerras frias. Tendo em conta que esta hora esteve basicamente organizada em três grandes arcos, será mais fácil explicar dessa forma. Então vamos a isto. Not Ready To Make Nice estreou no canal CMT no dia 29 de junho.

Scarlett e Gunnar

Acho que é oficial o fato de Scarlett (Clare Bowen) e Gunnar (Sam Palladio) estarem juntos e pronto para o nascimento do bebé. Contudo, nem tudo é um mar de rosas e o casal começa a ser atormentado por fotos suas nas revistas, com a notícia acerca da gravidez sendo divulgada em todo o lado.

Num almoço com uma antiga colega, Scarlett refere o nome de Damien (Christian Coulson) e a colega desconfia do seu envolvimento com o britânico. Como tal, depressa começam a sair novas notícias relativas ao “segundo caso” de Scarlett. Ninguém pode dizer que ela não merece, na verdade.

Scarlett eventualmente confessa a Deacon (Charles Esten) que foi a uma consulta e descobriu o sexo do bebé: é uma menina. E ponho as minhas mãos no fogo em como o nome escolhido será Rayna. Adiante.nashville

Juliette, Avery e Hallie

Hallie (Rhiannon Giddens) está no topo do mundo, a gravar músicas espetaculares para o seu primeiro disco, tendo Avery (Jonathan Jackson) como seu produtor e instrumentista. Claro que isto rapidamente desperta o ciúme de Juliette (Hayden Pannettiere).

Juliette tenta criar uma seleção de músicas para Hallie, tendo uma inveja óbvia das outras canções que são verdadeiramente boas. Contudo, Avery, sendo o produtor, decide ir contra a palavra da sua esposa e escolher aquilo que é melhor para a nova artista.

No meio de toda esta loucura, Juliette chega até a acreditar que Hallie e Avery estão envolvidos um com o outro. Juliette, minha querida: já tiveste cinco temporadas para ser uma diva invejosa, maluca, depressiva e alcoólica. Esta não é a altura certa para ter ciúmes da mulher que te salvou a vida.nashville

Maddie e Daphne

No início do episódio, Maddie (Lennon Stella) descobre que foi Daphne (Maisie Stella), com o incentivo de Liv (Odessa Adlon), quem criou a imagem insultuosa contra a irmã que anda a percorrer a Internet. Como tal, as duas entram rapidamente em guerra.

Maddie culpa Daphne por contribuir para o declínio da sua carreira. Daphne, lavada em lágrimas, desculpa-se por ainda ser nova e ter sido pressionada para tal. Deacon fica no meio da situação, sem saber o que fazer com duas filhas fora de controlo.

No meio da confusão, Maddie expulsa Liv de casa. Contudo, não aguentando a pressão das entrevistas e da produtora, decide que precisa demasiado do apoio de Daphne para ficar chateada com ela. As irmãs acabam por fazer as pazes e tentar trazer Liv de volta para casa, embora esta, por enquanto, não aceite. Pobre e mal agradecida.

No meio disto, as jovens admitem que já foi suficiente mau terem perdido a mãe e não se podem dar ao luxo de perder uma à outra. Fechando mais uma vez o episódio com um dos seus maravilhosos duetos, estou oficialmente convencido de que a ausência de Connie Britton da série está bem preenchida pelo elenco mais novo.

NOTA: 8/10