Todos nós crescemos com o mundo da Disney nas nossas cabeças. Mas, e se fosse possível realmente visitá-lo?

A Disney é conhecida pela sua capacidade de nos transportar numa viagem pelo mundo da imaginação. Desde a sua fundação, nos anos 20 do século passado, foram centenas as histórias desenvolvidas por esta empresa, com seguidores por todos os cantos do planeta, que impressionaram pela ação apaixonante, as personagens cativantes e, claro, os cenários de cortar a respiração.

Disney: da ficção à realidade

Em alguns dos enredos, a inspiração na realidade é mais que óbvia. Veja-se o exemplo de O Corcunda de Notre Dame, em que através do nome facilmente é feita a ligação com a Catedral de Notre Dame da capital francesa. No entanto, são raros estes exemplos em que a linha que une realidade e ficção facilmente é desvendada.

A verdade é que, ao contrário do que muitos pensam, os variados mundos criados pela Walt Disney afinal não são assim tão irreais. Para provar isto, podes ver abaixo 20 locais do mundo real que foram utilizados como inspiração para criar o mundo fantástico dos contos da Disney.

Castelo Eilean Donan, Escócia

Para elaborar uma das suas mais recentes histórias, onde uma princesa rebelde quer quebrar as regras da tradição, a equipa de design da Disney deslocou-se até terras escocesas. O castelo de Urquhart foi uma das grandes inspirações para o cenário de Brave: Indomável, apesar de maior parte do design interior ter sido baseado no castelo de Eilean Donan, situado na costa oeste da Escócia.

Grécia

Hércules, lançado no ano de 1997, é mais um exemplo de que a linha que separa ficção e realidade é bastante ténue. Muitos dos locais do filme onde se desenvolve a acção são de total inspiração nas ilhas gregas e na sua arquitetura clássica. Estruturas como o templo de Zeus, a Acrópole ou o teatro de Epidauro vão ser essenciais para criação do cenário de um filme cuja receção do publico foi menor do que a esperada, apesar da crítica favorável.

Angkor Wat, Camboja

Angkor Wat, um templo situado a norte da cidade de Siem Reap, na província do Cambodja, é visto como um dos tesouros arqueológicos mais importantes do nosso planeta. E foi nele que os produtores de Atlântida, A Cidade Perdida, tiveram os olhos postos. O templo é o ponto máximo do estilo clássico da arquitetura Khmer, além de ser considerado como a maior estrutura religiosa já construída.

Igreja de St. Olaf, Balestrand, Noruega

Esta igreja inglesa, construída durante o século XIX, serviu de modelo para a capela apresentada em Frozen durante a cena de coroação de Elsa como rainha de Arendelle. Além disso, este monumento é ainda fundamental para uma outra personagem: Vai ser através dele que surge o nome do boneco de neve mais famoso de todos os tempo: Olaf.

Hotel de Glace, Canadá

Não foi só o edifício norueguês que inspirou Frozen. O palácio da rainha do gelo teve como grande inspiração o Hotel de Glace. Este hotel foi construído em grande parte com gelo e fica próximo de Quebec, no Canadá.

Samoa

Com o objetivo de garantir que os aspetos visuais do filme fossem tão fiéis à realidade do Pacífico Sul quanto possível, os diretores do filme de animação que conta a historia de Moana fizeram imensos esforços.

John Musker e Ron Clements, realizadores do filme, viajaram para diversas ilhas da zona, onde elaboraram um exaustivo trabalho de pesquisa. Como conclusão, perceberam que a ilha de Samoa era a localização perfeita para inspirar Motunui, a ilha ficcional da 56.ª longa-metragem animada da Disney.

Château de Chillon, Lago de Genebra, Suíça

O Château de Chillon, no Lago de Genebra, na Suíça, foi o principal molde para a elaboração do castelo do príncipe Eric no filme A Pequena Sereia. O castelo, que continua a ser até hoje um destino turístico histórico bastante popular, foi usado desde a Idade do Bronze como uma fortaleza, arsenal e prisão.

A Cidade Proibida, Pequim

Em Mulan, a cidade imperial serve como residência do imperador da China e é palco de variadas cenas durante o desenrolar da ação. Para a sua criação, A Cidade Proibida, situada em Pequim, foi um elemento fulcral de inspiração. Este foi o local onde variados imperadores chineses habitaram e atualmente serve como museu.

Sydney Harbour, Austrália

À Procura de Nemo é uma das historias que continua a fazer sucesso até aos dias de hoje. Nunca ninguém vai conseguir esquecer a grande aventura subaquática que leva Marlin e Dory até ao cimo de água, vislumbrando o horizonte panorâmico de Sidney. Sidney Harbour acaba por servir como total modelo para a criação desse cenário, originando uma réplica impressionante.

Serengeti, Tanzânia

Todo o cenário de O Rei Leão é baseado nas planícies do Serengeti, na Tanzânia.

Big Ben, Londres

A cena do filme Peter Pan em que Peter leva o trio de crianças num primeiro voo é inesquecível. Inesquecível também é a sua passagem pelo Big Ben, quer pela magia da cena quer pelos detalhes impecavelmente trabalhados que não deixam qualquer dúvida em relação à sua grande inspiração.

Mont Saint-Michel, Normandia

As pinturas a óleo românticas de Fragonard foram um dos grandes motes para a criação da arte no filme Entrelaçados.

Para dar expressão a esta inspiração foi desde cedo prioritária a existência de um castelo com linhas renascentistas. A opção recaiu por um traço que faz em muito lembrar o Mont Saint-Michel na Normandia. À medida que a produção progrediu, foram acrescentadas ainda influências do renascimento medieval francês e também da arquitetura moderna.

Kauai, Hawai

Ao pensar neste destino, existe um enredo da Disney que surge logo no nosso pensamento: Lilo & Stitch. Esta é a história de Lilo e a forma como uma ida ao centro de abrigo de animais vai mudar completamente a sua vida. Foi desenvolvida com base nas paisagens paradisíacas do Hawai, mais especificamente na sua ilha mais antiga, o Kauai.

Machu Picchu, Peru

Machu Picchu, uma cidade pré-colombiana, localizada a 2400 metros de altitude no Peru, foi eleita em 2007 uma das 7 Maravilhas do Mundo. No entanto, o seu reconhecimento estava em crescimento muito antes desse feito. No ano 2000 foi lançado o filme Pacha e o Imperador, que nos conta as aventuras do imperador Kuzco, e para a criação dos seus cenários Machu Picchu foi um dos grandes modelos a seguir.

Alcázar de Segovia, Espanha

Branca de Neve é um clássico da Disney que fez muitas crianças acreditar no verdadeiro amor e na felicidade eterna. Uma das suas imagens de marca é o imponente castelo de torres altas e fachada branca.

Apesar de difícil de acreditar, também ele é inspirado pelo mundo real, mais precisamente pelo Alcazar de Segovia, um castelo localizado no centro de Espanha. Este castelo, literalmente tirado de um conto de fadas, já teve vários propósitos ao longo dos séculos: Forte militar, Casa Real espanhola, prisão, e, mais recentemente, museu.

LÊ TAMBÉM: DISNEY REVELA LIGAÇÕES ESCONDIDAS ENTRE TODOS OS FILMES DA PIXAR

Cataratas Ángel, Venezuela

O director de Up – Altamente!, Peter Docter, viajou em conjunto com uma equipa de criativos da Pixar para terras venezuelanas com o objetivo de conseguir inspiração para o seu projeto. O ponto culminante dessa viagem acabou por ser a visita às Cataratas Ángel, onde fotografias, esboços e vídeos foram feitos para usar como inspiração para os cenários da longa-metragem.

Taj Mahal, Índia

O palácio do sultão, no centro dos acontecimentos de Aladino tem mais do que uma semelhança estética com o Taj Mahal, um dos monumentos indianos mais reconhecidos pelos 4 cantos do mundo.

Além das semelhanças arquitetónicas evidentes, é importante referir que o Taj Mahal em si não é um palácio, mas sim um túmulo para a esposa de um sultão. Este acaba por ser mais um fator de semelhança com o filme, uma vez que o sultão de Agrabah é também ele um viúvo.

Castelo de Neuschwanstein, Alemanha

Um dos pontos turísticos mais famosos da Alemanha também serviu de inspiração para o castelo da Bela Adormecida, filme que estreou à cerca de 58 anos. Além disso, a sua construção no parque da Disneyland contou também com influências do Castelo de Neuschwanstein, uma estrutura romântica do século XIX. As cores brilhantes e o cenário majestoso e imponente foram algumas das características que levaram a que este fosse escolhido como inspiração do castelo de conto de fadas da Disney.

Nova Iorque

Nova Iorque é a cidade dos sonhos de miúdos e graúdos. Associada a imensos enredos cinematográficos, a verdade é que as ruas e edifícios desta cidade serviram de inspiração para inúmeros filmes de animação. No entanto, a semelhança mais notória é vista numa obra desenvolvida no final dos anos 80, Oliver e Companhia. São uma constante os cenários aéreos da cidade ficcional que se confundem com imagens reais da cidade norte-americana.

 U-Drop Inn, Shamrock, Texas

A casa de Ramone, uma das personagens do filme Carros, faz lembrar o U-Drop-Inn Cafe, no Texas, Estados Unidos.

Este espaço, que foi construído na década de 30, funcionou como bomba de gasolina e café. Atualmente é um local de comércio e centro de visitantes, tendo também uma loja de lembranças e um café. Conhecido como um dos lugares icónicos da Route 66, é também reconhecido pelas suas características arquitectónicas.