Obra discográfica de Zeca Afonso vai estar exposta no Museu do Oriente

No ano que marca o trigésimo aniversário da morte do cantautor português Zeca Afonso, a Associação José Afonso organiza uma exposição de homenagem no Museu do Oriente, que pode ser visitada a partir de 7 de julho.

“Desta canção que apeteço – obra discográfica de José Afonso 1953/1985” é uma celebração da arte daquele que é um dos maiores emblemas nacionais do século XX. A exposição inclui partituras, livros, fotografias, recortes de imprensa, uma dezena de instrumentos musicais, registos sonoros e um vídeo.

A inauguração da exposição vai ser no dia 6 de julho, contando com um concerto de Rui Pato – grande amigo do homenageado e seu antigo companheiro de estrada -, António Ataíde e, ainda, testemunhos de músicos que tiveram a oportunidade de gravar com Zeca Afonso.

https://www.youtube.com/watch?v=QjW41f3f1qI

Os investigadores, Cláudia Lopes e Miguel Gouveia, responsáveis por todos os artefactos expostos, afirmam que:

“O que se apresenta resulta do trabalho possível perante um objeto de estudo revestido de alguma complexidade, que advém do facto de estarmos perante uma obra que atravessa períodos onde o rigor informativo que as editoras colocavam nos seus discos, em particular nos EP, deixa bastante a desejar. Assim, tentar recuperar esse rigor a tantos anos de distância não foi, de facto, tarefa fácil”

A exposição pode ser visitada até ao dia 24 de setembro, de terça-feira a domingo, no período entre as 10 e as 18 horas. As entradas têm o custo de seis euros, excetuando às sextas feiras das 18 às 22 horas, que são gratuitas.