Bruno Veiga venceu ontem os prémios Melhor Cocktail e Visibilidade na competição de Cocktails da Licor Beirão, a Mistura Beirão. Entre os 10 finalistas para o Prémio Melhor Cocktail, o Fernando Pessoa, criado pelo head bartender do restaurante El Clandestino, em Lisboa, foi o escolhido para acompanhar a marca portuguesa em eventos internacionais.

A cerimónia decorreu no Hotel Mundial Rooftop Bar durante a última tarde de domingo e a apresentação de Bruno Veiga convenceu o júri. Numa entrevista que tinha dado ao Espalha-Factos, antes de ter sido selecionado para os dez finalistas, Bruno explicou que este cocktail “é uma surpresa”. Agora, Bruno descreve a sua participação como “maravilhosa, desafiante, gratificante”, acrescentando ainda que “foi muito bom dar a conhecer ao mundo o Cocktail Fernando Pessoa e toda a sua história, como foi criado e o porquê”.

Inspirou-se no ambiente lisboeta do caminho que percorre todos os dias de casa para o trabalho e os ingredientes acabaram por surgir de forma natural. O alecrim, o café e a folha de tabaco, sabores que identifica como portugueses, acompanham o Licor Beirão neste cocktail que Bruno chamou de Fernando Pessoa, em homenagem ao poeta e aos portugueses.

Dois prémios, várias viagens

O Prémio Visibilidade premiou o bartender que, segundo o júri do Licor Beirão, teve mais alcance e impacto em ações de promoção. A avaliação teve em conta critérios como “meios de comunicação utilizados (imprensa escrita, televisão, redes sociais, bloguers, youtubers, rádio), o alcance dos meios utilizados (tiragem, número de visualizações do programa), interação com o público e capacidade de destacar o Licor Beirão e o passatempo Mistura Beirão”, segundo se pode ler nas regras do concurso.

Bruno não esconde que esta foi a categoria que mais o cativou, sobretudo pelo prémio: uma viagem a Londres, com estadia incluída, para fazer um curso com Marian Beck, um barman de referência. “É muito bonito dizer que o que interessa é participar” – comenta – “mas na verdade estamos lá para ganhar, para nos desafiarmos a nós próprios, para podermos evoluir como profissionais.”

Foi essa vontade de ganhar que fez com que se agarrasse “com unhas e dentes” e entrasse num mundo até então desconhecido: o Marketing, quando teve de promover o seu cocktail.

Para o futuro, o head bartender prevê aprender o máximo com Marian Beck e trazer esses conhecimentos para Portugal e sobretudo para os seus colegas de trabalho, David Campos e Pedro Bravo, que o apoiaram durante a participação no concurso.

 

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=KTqB5dW6ReU]