Grant’s Stand Together: Nem vais acreditar nas histórias que vão contar

Não são histórias contadas antes de adormecer, como quando éramos crianças. São “histórias tão verdadeiras que nem vais acreditar”, contadas por personalidades de diversas áreas. Com Joaquim de Almeida como anfitrião, o Festival Grant’s Stand Together chega a Lisboa e Porto nos meses de junho e julho.

O Cinema São Jorge recebe mais uma vez o Festival de storytelling, nos dias 23 e 24 de junho. Esta 6ª edição do evento estende-se também à Invicta, nos dias 1 e 2 de julho. Pela primeira vez será na Fundação de Serralves.

O conceito do festival grant’s stand together “não é mais do que a arte de partilha de histórias verdadeiras, contadas na primeira pessoa, como resultado da experiência de vida de cada um de nós”, explicou, António Carvalhão, brand manager Grant’s, à Marketeer.

Luísa Sobral, Eduardo Madeira e Júlio Isidro são algumas das figuras que vão partilhar histórias da sua vida. O mote da edição deste ano é “histórias tão verdadeiras que não vais acreditar” e, além de histórias, também vai haver música. Além disso, Rui Pedro Tendinha irá apresentar propostas de cinema, e Ana Markl, Teresa Tavares, Nuno Markl e Filipe Homem Fonseca comentam e exibem excertos de filmes da sua vida .

Os preços variam entre os 8€ e os 14€ e parte das receitas reverte para a Casa do Artista. No ano passado, este festival pioneiro em Portugal na área do storytelling atingiu um reach de 3,1 milhões de pessoas.

Programação:

Em Lisboa, no dia 23 podes ouvir as histórias de Commedia à lá carte, Ana Sofia Martins, Sam the kid, Diogo Beja, Samuel Úria, Luísa Sobral, Rita Blanco e Inês Meneses. Já no dia 24, são o Joaquim Sousa Martins, Leonor Poeiras, Benedita Pereira, Nuno Markl e Ana Galvão, Ivo Canelas, Júlio Isidro, Anabela Mota Ribeiro, Isabel Abreu e Ana Bacalhau quem conta as suas histórias.

No Porto, dia 1 conta com a presença de António Pedro Vasconcelos, Tatanka, Tomás Wallenstein, Capicua, Ricardo Trêpa, Jorge Corrula . Dia 2 é a vez de Manuel Serrão, Fílipe Faísca, Eduardo Madeira, Joana Marques, Álvaro Costa e Rui Paula.

Mais Artigos
Paula Cordeiro: “o sucesso não é necessariamente uma coisa, pode ser outra”