Espetáculos de música, de dança e performances compõem o programa da 4ª edição do Festival Lá Fora.  Os espaços exteriores da Fundação Eugénio de Almeida (FEA), em Évora, vão ser transformados em palcos a partir desta quinta-feira, até sábado.

Dedicado a artes performativas, o festival Lá Fora tem como diretor artístico o coreógrafo Rui Horta.

Festival

Os espetáculos do programa, tal como em anos anteriores, decorrem nos espaços exteriores do Páteo de São Miguel e do Fórum Eugénio de Almeida, no centro histórico da cidade de Évora.

Nesta edição, segundo a FEA, entidade promotora do festival, conta-se com 10 espetáculos: seis concertos, um de dança, outro dedicado à família, uma conversa e uma performance.

O programa

O festival arrancou esta quinta-feira com a banda portuguesa First Breath After Coma e o músico David Santos, ou noiserv. O concerto começou ao início da noite, no Páteo de São Miguel.