Uma Série de Desgraças não fez jus ao nome e escapou aos cancelamentos da Netflix. Recebe agora novos reforços para a segunda temporada, que ainda não tem data de estreia mas cuja produção já está em andamento.

O anúncio foi feito durante um painel da FYSEE, a exibição da Netflix que durante um mês releva as séries que estão nomeadas para os Emmy. Juntam-se ao elenco de Uma Série de Desgraças Nathan Fillion, de Castle, Tony Hale, de VeepLucy Punch (Bad Teacher), Roger Bart (Donas De Casa Desesperadas) e Sara Rue (Impastor).

Ainda não se sabe que personagens interpretarão, mas parecem encaixar no ambiente da série. Com experiência na área de dramedy, juntam-se a Neil Patrick Harris, que dá vida a Conde Olaf.

O ator está completamente dedicado à sua personagem, de tal forma que fez a mesma tatuagem.

Daniel Hadler, o autor dos livros que inspiraram a série, está também envolvido na escrita dos argumentos da série. Já a preparar a segunda temporada, em conjunto com outros guionistas, confessou que está a gostar muito de a escrever e que já tem coisas preparadas para a terceira temporada.

A idade dos jovens atores Malina Weissman, Louis Hynes e Presley Smith, que interpretam os irmãos Baudelaire, é um fator que a equipa não esquece. Para não serem reconhecíveis grandes diferenças de crescimento relativamente às personagens, as filmagens têm de ter um ritmo rápido.

Uma Série de Desgraças

Esta temporada inspira-se nos próximos cinco livros da coleção de Lemony Snicket. “É bom desenvolver algo que ainda não foi adaptado”, revelou Hadler, referindo-se ao filme que foi realizado em 2004.