Luís Gaspar é o vencedor do concurso Chefe Cozinheiro do Ano (CCA) de 2017. O chef executivo do restaurante Sala de Corte triunfou na 28.ª edição daquele que é o maior concurso nacional de cozinha para profissionais.

Luís Gaspar apresentou ao júri da competição um menu composto por uma entrada de sopa da pedra, caldeirada de bacalhau salgado seco da Noruega (prato de peixe), vitela, mão de vaca e grão (prato de carne) e brisa do Lis de amêndoa e limão para sobremesa. Em segundo lugar ficou Nicu Iastremschii, do restaurante Loco. Nuno Fernandes, chef d’O Talho, completou o pódio.

“Estes são dos meus pratos tradicionais portugueses preferidos. O que fiz foi pegar na estrutura do produto português e dar-lhe a minha identidade, a minha visão mais contemporânea”, explicou Luís Gaspar em comunicado. Em novembro do ano passado, o chef de 26 anos integrou a equipa de cozinheiros portugueses que ganhou a medalha de bronze na categoria Culinary and Pastry Art nas Olimpíadas da Cozinha, na Alemanha.

O vencedor recebe um prémio de 3000€, uma viagem à Noruega para conhecer os principais produtores de bacalhau salgado seco, uma viagem à fábrica da Tabasco, em Orlando, uma viagem à fábrica da Rational, na Alemanha, e ainda uma faca de cutelo japonês da marca Icel.

Um concurso para escolher o Chefe Cozinheiro do Ano

Organizado pelas Edições do Gosto, o CCA premeia os profissionais de cozinha residentes em Portugal com mais de 25 anos de idade ou com mais de cinco anos de experiência profissional. O vencedor da edição anterior foi Rui Martins, do restaurante RIB Beef & Wine, no Porto.

A final do concurso decorreu nos dias 5 e 6 de junho na Alimentaria & Horexpo, em Lisboa. O júri foi composto pelos chefs Nuno Mendes (Chiltern Firehouse, em Londres), André Silva (Porta, Lisboa), André Magalhães (Taberna da Rua das Flores, Lisboa), João Rodrigues (Feitoria, Lisboa), José Avillez (Belcanto, Lisboa), Nuno Diniz (Tágide, Lisboa) e ainda Helmut Ziebell e Orlando Esteves.