Veneza podia ser descrita como “mar com cidade” ou será “cidade com mar”? Para além de todo o seu encanto, os passeios de barco – transporte público chamado vaporetto – tornam a experiência ainda mais mágica. O Espalha-Factos reuniu as principais linhas de barco para veres os pontos principais da cidade.

Navegar no Grande Canal

Para se ver os principais pontos turísticos basta apanhar a linha 1. Esta rota liga os principais pontos de chegada, Estação Ferroviária de Venezia S. Luzia e Piazzale Roma (onde chegam vários autocarros), ao centro da principal ilha, navegando pelo Grande Canal. Podes conhecer a famosa Ponte de Rialto, a Praça de São Marcos, a Galleria dell’Accademia, a Basílica Santa Maria della Salute e ainda o belo Giardini della Bienale.

Murano

Uma das ilhas circundantes de Veneza que mais chama os turistas é Murano. Esta zona é conhecida pelo seu famoso trabalho em vidro. É uma versão mais rústica de Veneza que maravilha pela sua simplicidade. Para chegares a Murano podes apanhar diversas linhas, mas a mais direta é a linha 3 que parte da Piazzale Roma, pára apenas na Ferrovia (Estação Ferroviária) e segue diretamente para Murano.

Outra opção que agrada a muitos é a linha 7, partindo de São Marcos vai também direta para Murano. Entre as outras opções estão as linhas 4.1 e 4.2 onde a viagem é mais longa, mas por outro lado aproveita-se as vistas e o vento do mar.

Burano

Burano é outra das ilhas circundantes de Veneza, também muito turística. É uma ilha ainda mais pequena que Murano vendo-se toda no máximo em uma hora. Esta pequena ilha é conhecida pelas suas tradicionais casas coloridas. Casas onde as flores e os toldos combinam com as cores das paredes. Um paraíso de cor onde não é assim tão fácil chegar. Só se chega a Burano através de Fondamente Nove (existem diversas opções para chegar a esta estação).

Em Fondamente Nove apanha-se a linha 12 que, ainda assim, demora aproximadamente uma hora a chegar a Burano. Uma viagem longa que vale a pena quando se chega ao destino.

Lido de Veneza

Veneza também tem praia. Depois de se visitar a cidade inteira o melhor é descansar. Para isso faz-se uma pequena viagem até ao Lido, outra ilha pequena perto de Veneza. O Lido é praticamente só praia, o sítio perfeito para se relaxar. Para lá chegar existem diversas opções.

Quem vem de Murano tem que apanhar a linha 18. Quem está no centro da cidade pode chegar lá através da linha 1, contudo o mais direto seria apanhar a linha 17. A linha 17 parte de Tronchetto (zona relativamente perto da Piazzale Roma e da Ferrovia) e vai direta ao Lido sem nenhuma outra paragem.

O Espalha-Factos relembra que para circular em Veneza livremente tem de se adquirir o Venice City Card que tem várias modalidades. Sem este passe os bilhetes de cada viagem custam 7,50 euros. Os passes são caros e pode-se escolher apenas transporte livre ou transporte com museus, só museus, entre outros. Tendo este cartão ativo, mesmo que a escolha não tenha sido os transportes, pode-se usar nos barcos pagando apenas 1,50 euros.