Guimarães tem apostado na implementação de boas práticas ambientais desde 2015. O seu objetivo é tornar-se na Capital Verde Europeia em 2020. Agora que formalizaram a candidatura, promovem uma semana de atividades relacionadas com o ambiente.

A cidade vimaranense vai ficar mais verde entre os dias 1 e 8 de junho. A Green Week conta com concertos, cinema, workshops, gastronomia, atividade física e outras atividades que consciencializem a população para as questões ambientais, tendo em conta os objetivos do desenvolvimento sustentável 20130 das Nações Unidas. Estas estarão espalhadas por vários pontos da cidade e serão dedicadas a miúdos e graúdos.

A sustentabilidade ambiental é o mote das iniciativas que começam no primeiro dia do próximo mês. Sendo também dia da criança, Guimarães celebra no dia 1 a Festa do Ambiente com as alunos das escolas básicas do 1º ciclo e jardins de infância. Ainda no mesmo dia, o Multiusos da cidade terá várias atividades, organizadas em 10 áreas, como um pavilhão do aquecimento, sala de conferências, galerias e hortas pedagógicas.

Nos dias 2, 3 e 4 de Junho vai haver um festival ecológico na Alameda S. Dâmaso e na Praça Condessa do Juncal, o Guimarães Eco-Fest. Cinema infantil, hortas inclusivas, show cooking, tertúlias e teatros, são algumas das atividades em que poderás participar. Poderás também ver um concerto da Sofia Escobar, acompanhada pela Orquestra Juvenil de Pevidém no dia 2, e dos Best Youth no dia seguinte.

O programa integra ainda o primeiro TEDx Guimarães, que decorrerá no Instituto de Design a 3 de Junho. “Repensar, Reinventar, Reconquistar” é o tema para a discussão sobre sustentabilidade, tecnologias, comunidades verdes e educação do ambiente, além do significado da cor verde, numa perspetiva da psicologia da cor. As conferências contarão com artistas, cientistas e intérpretes sociais.

Guimarães quer então juntar-se a cidades como Ljubljana (na Eslovénia), Essen (na Alemanha) e Nijmegen (na Holanda), as últimas vencedoras do título de Capital Verde Europeia.