Chegam oito novos filmes às salas de cinema portuguesas, esta quinta feira. De entre biopics, comédias europeias e filmes com gore a rodos, o Espalha-Factos destaca a nova obra de James Gray, A Cidade Perdida de Z.

 

A Cidade Perdida de Z

A história verídica do explorador britânico Percy Fawcett (Charlie Hunnam) é o tema de A Cidade Perdida de Z. Numa viagem à Amazónia no início do século XX, Fawcett descobriu provas de uma avançada civilização até então desconhecida, a qual teria habitado a região. Após enfrentar o descrédito da comunidade científica da época, Fawcett, num surto de determinação, e contando com o apoio da família (Sienna Miller e Tom Holland) e do seu ajudante de campo (Robert Pattinson), regressa à selva numa tentativa de provar a sua teoria.

Uma ode ao espírito exploratório e aos valores universais da obssessão e das forças que nos movem, A Cidade Perdida de Z é o filme mais ambicioso de James Gray até à data. Filmado entre a Irlanda do Norte e a Colômbia, a fita evoca uma corrida pela selva a vezes que muito reminiscente da obra prima Apocalypse Now (1979), de Francis Ford Coppola. Na verdade, Gray chegou a pedir-lhe aconselhamento sobre rodagens na selva, ao que Coppola supostamente terá respondido “não vás“, dada a dureza das mesmas.

Em entrevista ao The Telegraph, Gray confirma: “é fisicamente muito doloroso, uma coisa árdua“. Mas não foi o desafio da selva que o moveu a filmar esta jornada, foi, sim, “a motivação daquilo que é uma muito cancerosa, perigosa obsessão, e o preço a pagar por ela“.

A motivação tem dono, e é Charlie Hunnam, mais conhecido como o Jax Teller da série Sons of Anarchy. Foi tanta, que decidiu até distanciar-se do mundo exterior durante a rodagem, inclusive da namorada de longa data, Morgana McNelis, a fim de sentir o isolamento psicológico de Fawcett. Em relação à equipa de rodagem, também não interagiu muito com eles: ao ScreenDaily confirmou o extremo: “eu não podia quebrar o silêncio; chegava a evitá-los à hora da refeição“.

Depois da receção morna a A Emigrante (2013), o mais recente drama de Grey foi recebido com estrondo pelas audiências de festivais, tendo encerrado o Festival de Cinema de Nova Iorque e sido apresentado na secção Berlinale Special do Festival Internacional de Cinema de Berlim. A encantar desde março audiências comerciais pelo mundo fora, é já a partir desta quinta feira que poderás fazer parte da viagem de Fawcett. Consulta aqui as salas e horários de exibição.

 

Outras Estreias

Amigos Amigos, Telemóveis à Parte

Antestreado no mês passado na Festa do Cinema Italiano, Amigos Amigos, Telemóveis à Parte é uma dramédia sobre um jantar de sete amigos de longa data que, a jeito de desafio, decidem deixar que se partilhe à mesa as interações sociais que recebem pelo telemóvel. Depressa segredos vêm ao de cima e a intriga não tarda a instalar-se.

Consulta aqui as sessões desta obra realizada por Paolo Genovese e protagonizada por um elenco que inclui a conhecida atriz do arthouse europeu, Alba Rohrwacher.

 

Brimstone – Castigo

Dakota Fanning parece cada vez mais determinada em deixar para trás os tempos de estrela infantil. No seu novo filme, um brutal western para maiores de 18, Fanning interpreta Liz, uma mulher perseguida pelo reverendo da sua terra (um impiedoso Guy Pearce). A braços com um problema aparentemente sem solução, Liz deverá lutar para expor a verdade e vingar-se, contra uma sociedade que lhe impõe barreiras somente por ser mulher.

Brimstone – Castigo, de Martin Koolhoven, fez parte da Seleção Oficial do Festival Internacional de Veneza do ano passado, e já podes consultar aqui as salas em que está em exibição.

 

A Escolha do Rei

Um drama histórico norueguês baseado em factos verídicos, A Escolha do Rei passa-se em abril de 1940, quando o rei da Noruega Haakon VII (Jesper Christensen) vê-se encurralado pelo ultimato de rendição das forças alemãs. Aí, terá que tomar uma decisão que alterará para sempre o curso do seu país.

Se és fã de filmes históricos e te interessa assistir à dramatização de um grande evento da história da Noruega, consulta as sessões do filme de Erik Poppe.

Lê a nossa crítica aqui.

Foge

Chegou a altura de Chris (Daniel Kaluuya), um jovem afroamericano, ser apresentado aos pais da namorada, Rose (Allison Williams). Se no início do fim-de-semana consegue encarar a condescendência dos sogros como nervosismo pelo relacionamento interracial da filha, Chris depressa dá por si a querer entender o que está mesmo por trás. O que acaba por descobrir é inimaginavelmente perturbador.

O hit americano de terror Foge, de Jordan Peele, chega finalmente às salas de cinema portuguesas. Aclamado pela crítica após uma explosiva passagem pelo Festival de Cinema de Sundance, se é sustos que procuras não desesperes (já), escolhe o horário para ver!

O Espalha-Factos foi ver e conta-te o que achou.

Francisco: O Papa do Povo

Realizado por Daniele Luchetti, Francisco: O Papa do Povo narra a vida de Jorge Bergoglio (Rodrigo de la Serna e Sergio Hernández), o homem que descobriu a sua fé e trilhou o seu caminho pela religião, durante tempos conturbados na sua Argentina natal, até suceder no Papado a Bento XVI.

A estreia deste filme coincide com a visita do próprio a Portugal, pelo centenário das aparições de Fátima. Quer sejas religioso ou simplesmente tenhas interesse na vida de uma das figuras mais influentes da atualidade, consulta aqui as salas em que está em exibição.

 

O Meu Pai e Eu

Clive Owen e Jaeden Lieberher (de Midnight Special – Poderes Misteriosos) são pai e filho nesta comédia, em que um dia que à partida tinha tudo para ser aborrecido acaba por se tornar numa ocasião de interação e crescimento emocional, quando uma caixa de ferramentas é roubada.

Realizado por Bob Nelson, argumentista do aclamado Nebraska, O Meu Pai e Eu já se encontra em exibição, e podes consultar as salas aqui.

 

Na Cama com Victoria

A rainha das comédias românticas francesas, Virginie Efira, interpreta Victoria, uma mãe divorciada, neste filme de Justine Triet. De feitio difícil e à beira do desespero, eis que Victoria vê a sua vida prestes a dar uma reviravolta, quando reencontra dois homens do seu passado.

Se estás afim de romance, Na Cama com Victoria é o filme para ti esta semana. Consulta aqui as salas em exibição.