Donald Trump
Time

CNN recusa-se a passar vídeo de Trump porque “os media não são fake news”

O canal de televisão norte-americano, CNN, recusou-se a passar um vídeo com o objetivo de comemorar os primeiros 100 dias de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos da América. Em causa está o tom acusatório do mesmo para com os meios de comunicação tradicionais.

O vídeo é o primeiro spot publicitário feito pela campanha Donald J. Trump for President, Inc. desde que o magnata chegou à chegou à Casa Branca. Fala dos “sucessos” do mesmo, como o seu plano para a redução de impostos e acusa os media de serem parciais.

“Você não o saberia ao ver as notícias” é o que o narrador diz enquanto fotos de diferentes jornalistas aparecem com letras garrafais em cima das caras, acusando-os de serem “FAKE NEWS”. Por baixo do termo que se tornou famoso pelo atual presidente dos E.U.A, estão jornalistas da NBC, MSNBC, ABC, CBS e também Wolf Blizer, responsável pelo programa  The Situation Room da CNN.

Lembra: Trump inventa atentado na Suécia e a internet responde a mais um “facto alternativo”

Esta recusa da CNN deu origem a críticas por parte da empresa que o fez, num press realease intitulado “Estação de fake news recusa-se a passar anúncio que destaca os primeiros 100 dias do presidente”.

No mesmo, o diretor executivo da campanha, Michael Glassner, teceu considerações pouco abonatórias sobre a estação. “É claro que a CNN está a tentar silenciar a nossa voz e a censurar a nossa liberdade de expressão porque não cabe na sua narrativa”, afirma. Numa crítica mais ampla, Glassner diz ainda que “é  simplesmente vergonhoso ver os media a bloquearem a mensagem positiva que o presidente Trump está a tentar partilhar com o país”.

Após estas acusações de censura, a CNN respondeu através da sua conta de Twitter ao dizer que emitiriam o anúncio se essa parte desaparece. A estação justifica-se ao dizer que o vídeo é “falso” porque “os media não são fake news”.

Esta não é a primeira vez que a CNN tem problemas com Donald Trump, e o desagrado entre ambas as partes em sido bastante evidente. Ainda em fevereiro, durante uma conferência de imprensa, Donald Trump entrou num debate acesso com o correspondente da CNN, Jim Acosta, criticando o tom da estação. O presidente disse ainda que ao referir-se à CNN iria passar a dizer “very fake news”.

O vídeo que está a causar toda esta controvérsia é o seguinte:

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Entrevistas de emprego: 7 dicas para gerires melhor a ansiedade