Pesadelo na Cozinha, liderado pelo chef Ljubomir Stanisic, bateu ontem novos máximos de audiência e empurrou Amor Maior para o pior resultado do ano.

O formato da TVI marcou 16,6% de audiência média e 35,9% de share, melhor rating e quota de mercado desde a estreia, encaminhando a novela da SIC para o pior resultado desde janeiro: 9,6% de audiência e 19% de share.

O programa que tenta melhorar os restaurantes portugueses chegou mesmo a ultrapassar os 1,8 milhões de telespectadores. No seu melhor minuto, às 22h36, registava uma audiência média de 18,8% e share de 39,1%.

Lê também: Ljubomir Stanisic rejeita segunda temporada de Pesadelo na Cozinha

A movimentação da estação de Carnaxide, que programou Amor Maior ao domingo para tentar melhorar os resultados no prime-time, não alcançou grandes impactos à primeira tentativa. Embora o canal tenha crescido ligeiramente, fê-lo apenas à custa da RTP1, que viu o Got Talent Portugal (8,3% / 16,9%) obter o pior share desde a estreia.

A TVI voltou assim a liderar, com 21,9% de quota de mercado. A SIC marcou 16,8% e a RTP1 ficou em terceiro com 10,1%.

Outros destaques do dia

  • Na tarde da RTP1, o dia foi de mínimos. O filme Gravidade (1,2% / 4,6%) e a Gala Solidária IPO Porto (1,1% / 3,8%) remeteram a estação pública para valores invulgarmente baixos;
  • O Trio d’Ataque voltou a ser o destaque na programação da RTP3 e registou um novo máximo: 2,1% de audiência média e 4,8% de share;
  • Emitido mais tarde, o Just Duet subiu ligeiramente. Marcou 6,3% de audiência média e 14,3% de share, fixando a melhor quota de mercado do ano;
  • O filme Sem Tempo, emitido pela SIC na rubrica Entrada Livre, marcou o melhor resultado do ano e superou o programa Somos Portugal. Registou 7,9% de audiência média e 24,5% de share.