O oitavo capítulo da franchise Velocidade Furiosa arrebatou o recorde de melhor fim-de-semana de abertura da história do cinema.

Realizado por F. Gary Gray (Straight Outta Compton, Um Cidadão Exemplar), Velocidade Furiosa 8 continua a história de Dom (Vin Diesel) e da sua “família”, depois do desaparecimento de Brian (Paul Walker) no filme anterior.

Com a adição de Charlize Theron, Scott Eastwood, Hellen Mirren e os regressos de Dwayne Johson, Luke Evans, Jason Statham e Kurt Russel, é verificável que a série não perdeu nenhum do seu star-power: e isso traduziu-se em números recordistas. Dados verificados no domingo, davam conta de $100.2 milhões de dólares conseguidos nos E.U.A, mais $432.2 milhões no resto do mundo.

Para além de ter destronado Star Wars: O Despertar da Força ($529 milhões) como maior bilheteira de abertura da história, também conseguiu a maior abertura fora dos EUA, que anteriormente pertencia a Mundo Jurássico ($316.7 milhões). Com um elenco diverso e uma vilã feminina (Theron), vários analistas têm atribuído o sucesso da série à sua capacidade de representar vários tipos de demografia.

Em exibição nos cinemas portugueses desde 13 de abril, já estão a ser preparados para arrancar mais dois capítulos da saga: um em 2019 e outro em 2021.