A SIC faz 25 anos em outubro mas inaugurou nesta segunda-feira as celebrações do aniversário. As novidades incluem uma versão renovada do hino com que a estação abria a emissão, uma nova mascote e estreias na programação.

Achámos que esta escolha do hino seria perfeita para começar as comemorações dos 25 anos”, afirmou Mónica Balsemão, diretora de marketing do grupo Impresa, no vídeo de making of da produção. O projeto teve direção criativa de Daniel Cruzeiro, que justificou a iniciativa como o reavivar da “memória auditiva mais antiga que temos da estação.Fernando Martins, o diretor musical, acrescentou: “convidámos os grandes talentos que a SIC lançou nos últimos 25 anos.

A letra da canção é a mesma a que nos habituámos, mas o hino materializa-se agora em vários rostos da família SIC. Há músicos que dão voz à composição nostálgica, como Diogo Piçarra e Luísa Sobral, e a eles juntam-se muitas caras da ficção e do entretenimento. Membros do elenco da novela Amor Maior, como Inês Castel-Branco e Sara Matos, unem vozes com apresentadores como João Baião e João Manzarra. As jornalistas Clara de Sousa e Conceição Lino são duas das figuras que representam os profissionais da informação.

O melhor ainda está para ver

É o mote do 25.º aniversário da televisão privada em Portugal e a estação de Carnaxide vai celebrá-lo de norte a sul do país. De junho a outubro, a SIC far-se-á à estrada numa digressão que arrancará no Porto e passará por 18 capitais de distrito. O camião SIC estará sextas-feiras e sábados nos locais mais emblemáticos das cidades e nele irão realizar-se castings para encontrar a “próxima estrela” do canal.

Durante a semana, em cada capital, a SIC desafiará os espectadores a abandonarem o sofá e a saírem à rua, numa caça ao tesouro aliada a um jogo de realidade virtual. Ao estilo de Pokémon Go, os jogadores vão procurar os logótipos SIC espalhados pela cidade.

A maior digressão do país” promete ainda a transmissão do Primeiro Jornal em direto nas praças centrais das cidades, visitas virtuais em 360º aos estúdios da estação e espetáculos de video mapping.

Não é um recomeço, mas um “novo ciclo

Assim afirmou Daniel Oliveira, no evento que decorreu numa sala fechada nas instalações da SIC. Os jornalistas seguiram as marcas no chão onde se lia “Top Secret” e foi um membro da imprensa que cortou as fitas que bloqueavam a porta, antes de a imprensa entrar.

Entre os segredos que partilhou estão estreias de novos programas nas áreas do entretenimento e da informação, mas não adiantou datas concretas para o arranque das novas apostas. Nos conteúdos informativos “distintivos e de qualidade”, listou sem detalhe os inéditos Fora da CaixaSub 25 e Era Assim… e prometeu novas temporadas de E Se Fosse Consigo? e Histórias Com Gente Dentro.

No entretenimento, o apresentador de Alta Definição destacou Tudo Incluído, que “está em fase de pré-produção” e que terá transmissão durante o verão. Os formatos magazine serão renovados ainda no mês de abril, com Fama Show e E-Especial a inaugurarem novos cenários, grafismos e conteúdos.

O novo rosto da SIC

Plim, Mic ou Six são os nomes possíveis da nova cara da estação. Uma cara que não é de carne e osso, mas uma mascote que será o novo símbolo do canal. O boneco com forma de televisor tropeçou várias vezes na conferência de imprensa, provocando risadas nos presentes, e será batizado pelos portugueses, que terão ainda opção de atribuir outro nome.

Durante a apresentação dos traços gerais da operação de aniversário, o jornalista lembrou o papel da SIC como precursora da democratização da televisão em Portugal. “A SIC foi a televisão pioneira dessa revolução, dando voz a quem não tinha, dando mundo a quem ansiava e, no fundo, aproximando os portugueses”, referiu.

Sublinhou: “Trazemos o legado destes 25 anos ao peito orgulhosamente”. “Olhar o futuro e acreditar que o melhor está para ver” foi uma das promessas que mencionou, mas manteve reservados alguns segredos. Sobre os planos para o dia de aniversário, a 6 de outubro, disse: “Estamos cientes de que vão surpreender-se com aquilo que temos preparado para esse dia.” “Vão gostar tanto como nós daquilo que estamos a projetar”, antecipou.