Após ter sido a primeira modelo transgénero a posar para a capa da Vogue, Andreja Pejic volta a fazer história no mundo da moda ao ser a primeira modelo transgénero a aparecer na capa de uma GQ. Mas atenção, não foi numa qualquer edição internacional, foi na capa da GQ Portugal. Confirma-se, o que é nacional é bom.

A modelo e a GQ Portugal anunciaram a capa da edição histórica nas suas contas de Instagram. “Posso dizer que esta capa representa a minha há muito esperada vingança de todos aqueles rapazes que não queriam dar-me a mão em público quando eu estava a descobrir o amor pela primeira vez”, escreveu a modelo.


A revista da edição de abril, que já está nas bancas, tem disponíveis duas capas.

Sob o mote Cromossoma XX, as capas apresentam um claro jogo de grafismo com a letra Y que agora se transforma num X, o que antes era o par de cromossomas masculinos – XY – é agora um par de cromossomas femininos  –XX. Tal como Pejic já foi um homem e é agora uma mulher.

Além de ser a cara da capa dupla da edição, a modelo é igualmente protagonista de uma entrevista em que fala sobre os obstáculos que defrontou desde criança e de como a diferença é imprescindível para a criação de um mundo mais tolerante.

Andreja Pejic foi Modelo do Ano nos GQ Men of the Year Awards 2016 e o prémio foi-lhe entregue por José Fidalgo, que enalteceu a carreira da modelo e a sua luta pelos direitos dos modelos transgénero.

A modelo australiana nascida na Bósnia foi descoberta num McDonald’s de Melbourne, Austrália, onde trabalhava, aos 16 anos. Nove anos decorridos pode orgulhar-se de uma carreira de sucesso que abriu portas à aceitação da mudança, tornando-se até voz da comunidade transgénero.

Em 2010, desfilou para Jean Paul Gaultier tanto para a coleção de mulher e de homem. Já pisou a passerelle por Marc Jacobs e Thom Browne. Tornou-se a cara da Make Up For Ever numa campanha de beleza de larga escala, em 2015, tendo nesse mesmo ano sido a primeira modelo transgénero a aparecer na Vogue Americana. Fechou o ano de 2016 com uma campanha festiva para a Reformation.