O urso peruano que em 2014 conquistou as terras de Sua Majestade vai regressar a Portugal na Páscoa do próximo ano. Tal como o seu antecessor, Paddington 2 tem ao comando Paul King, realizador britânico que tem assim a difícil tarefa de repetir o sucesso do primeiro filme.

A proporção que a primeira fita de Paddington tomou foi uma surpresa total. A história sobre um jovem urso que se muda para Londres à procura de uma nova casa teve um orçamento de “apenas” 38.5 milhões de euros, mas o seu sucesso de bilheteira foi enorme: Paddington gerou um lucro de 250 milhões de euros e tornou-se no filme familiar independente com mais êxito de sempre. Para além deste triunfo comercial, a película teve uma recepção crítica muito positiva e foi também nomeada para os prémios BAFTA de Melhor Argumento Adaptado e de Melhor Filme Britânico. Mais recentemente, o filme foi a aposta da SIC para a véspera de Natal de 2016.

Foi talvez com o objetivo de repetir este sucesso que a HeydayFilms e a StudioCanal procuram manter a equipa de Paddington intacta. Para além do regresso de Paul King como realizador, Erick Wilson (Director de Fotografia) e Mark Everson (Montador) também estão novamente no projecto. No que toca ao elenco as mudanças são poucas: a voz de Paddington continua a pertencer a Ben Whishaw e toda a família Brown está de volta, sendo apenas de destacar Brendan Gleeson e Hugh Grant como caras novas no filme.

Paddington 2 encontra-se em pós-produção e vai ser distribuído em Portugal pela NOS. O filme vai acompanhar o agora famoso Paddington e as suas aventuras na procura pelo presente perfeito para oferecer à sua tia Lucy no seu 100º aniversário.