Meyash são as novas meias que, para além de coloridas e divertidas, são também solidárias. Isto porque na compra de um par de meias, um outro par é doado à Associação dos Albergues Nocturnos do Porto (AANP).

Manuel Oliveira, Marcos Fonseca e José Massada são os criadores da marca, cuja venda funciona por subscrição mensal. O cliente compra pacotes de meias por um, três ou seis meses, desconhecendo o padrão que irá receber.

#NoMoreBoringBlackSocks é o slogan das Meyash, que são desenhadas por portugueses e produzidas no país. As meias apresentam padrões coloridos e divertidos, podendo também ser usadas em contextos mais formais.

 “As meias com estampado têm ganho público e substituem a gravata como detalhe que ajuda a vincar a personalidade”, afirma Manuel Oliveira em entrevista ao P3.

Os jovens empreendedores criaram meias neutras com pequenos detalhes coloridos: pintas, quadrados, ananases e cavalos marinhos; permitindo assim a sua fácil conjugação com várias peças de roupa, incluindo fatos.

O site das Meyash foca-se, atualmente, em modelos masculinos com tamanhos limitados, com o objetivo de testar o mercado para no futuro lançarem modelos e tamanhos para mulheres e crianças e alargarem a marca a outras peças de roupa.

Na concepção do negócio, os três amigos descobriram que “a roupa interior — e as meias em particular — é o produto em maior carência nos centros de acolhimento” despertando neles a vontade de dar algo à sociedade, ”, revelaram os jovens à mesma fonte. Assim sendo, por cada par vendido pela marca, um outro par é entregue à AANP.

Nos primeiros meses da marca, as Meyash foram vendidas para dez países, maioritariamente para compradores entre os 25 e os 45 anos “que gostam de viajar e têm um cuidado especial com a roupa”. A subscrição mensal de um par de meias custa 8,99 euros enquanto que dois pares por mês ficam por 16,99 euros.

Fotografias retiradas de: http://www.meyash.co/