analysts-are-fairly-confident-tinder-will-start-making-some-decent-money-soon

Tinder Select: a versão secreta ao alcance de poucos

Tinder Select é uma nova versão secreta do Tinder. Ativa há pelo menos seis meses, esta app está a dar que falar. Foi descoberta pelo site TechCrunch, mas o Tinder ainda não confirmou a história.

Tinder Select é um Tinder onde só são aceites utilizadores que sejam executivos, modelos ou celebridades. Apenas as pessoas mais atraentes e influentes fazem parte. É toda uma elite numa app secreta de encontros online. Ou pelo menos privada, porque secreta já não é.

Foi descoberta pelo site TechCrunch e encontra-se ativa há pelo menos meio ano. São várias as pessoas que têm recebido convites para aceder à plataforma. A principal característica do Tinder Select é a promessa de exclusividade. E é também por isso mesmo que só alguns dos utilizadores têm permissão para convidar novos.

Segundo o TechCrunch, o critério deste Tinder para a seleção dos membros não é claro. No entanto, foi encontrado algo em comum entre a grande maioria dos membros: serem atraentes. Outro dos critérios de seleção poderá ser a pontuação calculdada pelo algoritmo Tinder Elo. Este analisa a atividade dos utilizadores do Tinder, com o objetivo de criar um ranking.

Este grupo de utilizadores “privilegiados” integra a versão normal da app e podem alternar a utilização. O que faz sentido, considerando que o Tinder Select poderá ter uma menor seleção de usuários em determinados locais.

Põe-se a hipótese que ue só agora se está a saber desta versão premium da app, porque o Tinder ainda não está totalmente preparado para a divulgar. Isto é, por um lado, há a vontade de não querer criar descontentamento entre os utilizadores atuais. Por outro lado, porque não é a primeira vez que uma aplicação de encontros tenta criar uma versão exclusiva ou operar com base em convites.

Outras experiências, como as das apps Raya, Bumble ou The League demonstraram que os utilizadores não apreciam estas modalidades.

Fonte: TechCrunch

 

O TechCrunch obteve fotos do Tinder Select, que aparentemente parece muito melhor em termos de design. Caracteriza-se por uma gradação de azul marinho no “S” na parte superior, onde a chama do Tinder costuma ser encontrada, e o restante que costuma estar a laranja, aparece a azul.

Fonte: TechCrunch

 

No entanto, tudo indica que o Tinder não está a usar o Tinder Select como uma forma de construir hype. Antes, como uma camada verdadeiramente furtiva da plataforma para os mais atraentes, os elegíveis 1 por cento. Afinal, seis meses (pelo menos) parece uma quantidade excessiva de tempo para testar um produto sem anunciá-lo.

Já mantê-lo em segredo só aumenta a exclusividade e o sentimento de superioridade para os convidados. E, obviamente, mantém aqueles que não foram convidados em felicidade ignorante.

Segundo o TechCrunch, o Tinder recusou-se a comentar esta história.

Os pioneiros premium

Tinder Select não é novidade no ramo de versões premium de aplicativos de encontros.

Raya está nesta área há mais de dois anos. Permite, somente, a participação de usuários com um número massivo de seguidores no Instagram, empregos criativos e referências importantes dentro da comunidade.

Bumble está a relançar o segmento VIBee “verificado” desde o ano passado. Este recompensa os utilizadores que fazem uma contribuição positiva para o “ecossistema Bumble”. Ou seja, os que navegam na app de forma responsável e que são bastante responsivos a pedidos.

Por fim, a app The League. Nesta, só eram aceites membros por convite de outros membros. O aplicativo usava o LinkedIn como fonte de dados sobre a educação e profissão para determinar quem era permitido na plataforma.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
André Anjos e Maria Mendes
Portugueses André Anjos e Maria Mendes nomeados para os Grammys 2021