A Primavera está à porta, os saldos acabaram, mas mesmo assim a vontade de fazer compras persiste. Se queres aproveitar para explorar outra possibilidades que não envolvam um centro comercial, este Lisboa vs Porto é para ti. Fica a conhecer algumas opções de comércio mais “simpáticas” que podes encontrar nestas duas cidades.

Lisboa

Lx Market

Até as 19h no Lx Factory em Alcântara ! 🎉🇵🇹 #lxfactory #lxmarket #market #jewellery

A post shared by JUCZ (@jucz.wonderland) on

O Lx Factory já é, por si, um sítio que convida. Pelo seu design moderno e iniciativas arrojadas, já passou a ser um ponto de visita incontornável da capital. Mas aos domingos, tona-se ainda mais especial: das 10h às 19h, o espaço exterior do Lx Factory transforma-se numa feira: o Lx Market.

Faz de Conta que vestes o chão que pisas. #tapetes #tapestry #colour #lx #lxmarket #alcantara #fuji #fujixe2 #fujinon #fazdeconta #fotografia

A post shared by faz de conta • fotografia (@fazdeconta.fotografia) on

Nesta feira vais encontrar maioritariamente peças em segunda mão e vintage em bom estado. Parece que é uma coisa alfacinha: aqui metemos mão aos baús, modificamos e vendemos. Mas o Lx Market é mais do que o vintage: vais encontrar também peças inéditas, feitas à mão, peças de autor e todo o tipo de artesanato.

É HOJE no @lxfactory 💕🌺 Até as 18h! 😁 Só chegar!! #lxmarket #lisboa #feiraderua #feira #decoracao #decoração

A post shared by ✤ Rafaela Melara ✤ (@rafaelamelara) on

Se a roupa não é bem aquilo que procuras, não te preocupes: há peças para a casa, cerâmica e produtos de olaria e até jardins em miniatura. Os preços são para todas as carteiras: dos 5€ aos 200€ (por algumas peças de roupa de autor).

O evento já é um projeto antigo do espaço, e o objetivo é vender coisas que as pessoas já não precisam, explicou Teresa Lacerda, uma das responsáveis do projeto ao P3, em 2012. Por isso a boa notícia é que, mais do que comprar, podes aproveitar o Lx Market para vender aquilo de que já não precisas. Basta inscreveres-te no site do projeto e ficares à espera de seres um dos projetos selecionados. A lógica é a do “eu já não quero, mas está bom para outra pessoa”, resumiu a responsável, na mesma entrevista.

#lxmarket #lxfactory #lisboavintage #vintagecameras #vintagedreamcameras

A post shared by Vintage Dream Cameras (@vintagedreamcameras) on

Para o caso de não encontrares nada que te interesse, sempre podes dar um passeio pelo espaço e beber um café, conversar e tirar algumas fotografias ao projeto da Wasted Rita com o Mr Gordo. Há sempre coisas a acontecer no Lx Factory.

Feira dos Produtos Biológicos do Príncipe Real

O Jardim do Príncipe Real (Jardim França Borges) enche-se de produtos biológicos todos os sábados de manhã. Esta feira, que nasceu de uma parceira entre a câmara municipal de Lisboa e uma associação de produtores biológicos, decorre das 9h às 15h. Hortícolas, plantas aromáticas, fruta, frutos secos, pão, bolachas, azeite, vinho ou compotas são alguns dos produtos que se podem adquirir. Mas todos têm uma característica comum, que parece agradar a quem procura especificamente esta feira para fazer as suas compras semanais: são de origem biológica certificada.

Há quase 15 anos que feirantes de todo o país se juntam neste mercado para oferecer o que de melhor e mais saudável se produz em Portugal e se o difícil é escolher o que levar para casa aconselhamos que se aproveite as provas de degustação oferecidas pelos produtores.

Este jardim recebe também, nos últimos sábados de cada mês e na segunda-feira seguinte, a feira de Antiguidades, Velharias e Artesanato, que decorre até às 18h.

Feira do Relógio

Aos domingos é dia de Feira do Relógio. Das 7h às 14h, a Avenida do Santo Condestável enche-se de vendedores de fruta, legumes, roupa, calçado, quinquilharias, entre outros produtos.

SUNDAY MARKET #feiradorelogio #market #sundaymarket #marvila #lisbon

A post shared by NatachaDuarte (@natachaduarte) on

Nesta avenida da freguesia de Marvila, que liga a rotunda dos Olivais Sul à rotunda da Bela Vista, a oferta e variedade é muita e os amantes de boas pechinchas poderão ficar surpreendidos. Como em qualquer feira, o truque é estar bem atento e, claro, tentar regatear.

Os mais gulosos, depois de se abastecerem com os produtos para a semana ou comprarem “aquela peça” que tanto procuravam, podem deliciar-se nas rulotes de comes e bebes. Por se encontrar um pouco de tudo na Feira do Relógio, esta tornou-se uma das mais populares feiras de Lisboa e, por isso, das que tem maior afluência.

Porto

Urban Market

Iniciativa da Portugal Lovers, empresa de Marketing e Comunicação, o Urban Market já tem vindo, há bastante tempo, a melhorar o conceito de feira, de forma a torná-la mais atrativa e variada. Iniciado em 2011, o Urban Market é, como o nome indica, um Mercado Urbano mais organizado, onde diversos produtos e/ou identidades são expostos e onde a oportunidade de gerar micro negócios é muito grande, atingindo tanto o mercado nacional como o estrangeiro.

Tendo o seu habitual espaço na Praça das Cardosas, perto da Estação de São Bento, o Urban Market é uma mistura de projetos criativos e inovadores, nos quais novas marcas poderão surgir ou mesmo expandir a sua influência.

Já cá estamos para mais um dia de Outono com sol! ❤️ #portugalovers #praçadascardosas #portoenorte #urbanmarket

A post shared by Portugal Lovers (@portugalovers_) on

Nesta feira inovadora é possível encontrar expositores das áreas do design de moda, design de produto, mobiliário, bijuteria, artesanato, pintura, gastronomia e música. É também possível que marcas, serviços e lojas participem na feira, de forma a se darem a conhecer e atingir novos públicos.

Urban Market até às 19h30 @pracadascardosas #verãoénoporto #portolazer #portugalovers

A post shared by Portugal Lovers (@portugalovers_) on

O Urban Market é um evento sem datas definidas, mas que tem por hábito realizar-se mensalmente. Através da página de Facebook da feira é possível saber quais serão as datas dos eventos seguintes e que lojas estarão expostas.

Urban Market @Praca das Cardosas #veraoenoporto #portolazer #porto #portugalovers

A post shared by Portugal Lovers (@portugalovers_) on

Trata-se de uma iniciativa diversificada e rica, uma mais-valia para a cidade, levando os visitantes a conhecer não só o trabalho dos criadores e artesãos, mas também o Porto.

Mercado Porto Belo

Caso calhe estares no Porto durante um belo dia se sol, sugerimos-te uma visitnha ao Mercado Porto Belo. Já mencionado na nossaedição de janeiro deste ano do Faz-te À Vida, este evento surgiu com base no famoso mercado londrino Portobello. “Vintage” é a palavra-chave que define e distingue este mercado.

A ideia do Mercado Porto Belo partiu da designer Inês Magalhães em 2008. A ideia surgiu, quando Inês estava em Londres com o marido e aproveitou para conhecer o famoso mercado londrino. A própria em declarações ao JPN sentiu que “fazia falta algo semelhante ao centro do Porto, para lhe dar mais alma”.

Já a preparar a primeira edição de 2017, mas ainda a suspirar com os melhores momentos de 2016! Até sábado!

A post shared by Mercado Porto Belo (@mercado_porto_belo) on

Poderás comprar acessórios clássicos, tais como discos de vinil, roupas, livros, revistas, ilustrações, peças de design e produtos biológicos (chá, compota e azeite, por exemplo).

O evento decorrerá todos os sábados deste ano na Praça de Carlos Alberto (perto dos Leões), das 10h às 19h. No entanto, fica atento: o evento será cancelado em caso de más condições climatéricas.

Os interessados em vender os seus produtos neste evento poderão ainda encontrar mais informações aqui.