Portugal começou a manhã com as odds a cair para mínimos do ano nas apostas para o futuro vencedor do Festival Eurovisão da Canção. O nosso país escolheu este domingo o seu representante para este ano: Salvador Sobral, com a música Amar Pelos Dois.

Depois de várias semanas entre a 20.ª e a 25.ª posições, hoje a delegação lusitana surge listada com a 7.ª odd mais baixa.

Quanto mais alta a odd, mais arriscada a aposta num determinado país. E apostar em Portugal parece este ano mais seguro do que nas últimas edições, em que as canções portuguesas raramente subiram acima da 40.ª posição nas apostas.

Itália lidera previsões

A Itália tem se mantido segura na primeira posição entre os apostadores. Francesco Gabbani e a satírica Occidentali’s Karma acumulam favoritismo desde a escolha no Festival de San Remo, embora estes primeiros prognósticos ocorram num momento em que apenas 25 dos 43 países concorrentes apresentaram as suas músicas.

No top5 seguem-se Suécia, Rússia, Grécia e Austrália. Crónicos favoritos à vitória, nenhum destes países apresentou ainda a sua música. E, a partir do momento em que decidam, poderá haver novas movimentações no ‘mercado’.

No fundo da tabela encontram-se hoje Albânia, Eslovénia, Malta e Espanha, delegações que já deram a conhecer as suas apostas para 2017.

O Festival Eurovisão da Canção 2017 decorre em Kiev, na Ucrânia. Portugal participa na primeira semifinal, a 9 de maio. A segunda semifinal decorre no dia 11 e a final é dia 13. Resta saber se é desta que há milagres para o nosso país.

Atualizada às 14h25, com nova posição no ranking. Portugal subiu para sétimo ao final da manhã.