A partir de maio os bilhetes no Museu Berardo vão custar cinco euros, passando a poder ser visitados sem qualquer custo apenas ao sábado. A cobrança de entradas decorre da decisão tomada, já em novembro, pelo ministro da cultura Luís Filipe Castro Mendes, com o intuito de obter mais meios de financiamento.

Segundo informou à Lusa José Berardo, presidente do conselho de administração da Fundação de Arte Moderna e Contemporânea – Coleção Berardo, as crianças até aos seis anos poderão visitar as exposições sem qualquer custo. Os restantes visitantes terão de comprar o bilhete, que permite visitar todas as exposições do Museu Coleção Berardo, avança o jornal Expresso.

A partir do mesmo mês as visitas escolares terão também o custo de um euro, mas serão acompanhadas por um guia. As exceções voltam a abrir-se para idosos, crianças dos 6 aos dezoito anos e pessoas com mobilidade reduzida, que pagarão apenas 2,5€ de entrada.

Dez anos, seis milhões de visitantes

Inaugurado em 2007, o Museu Coleção Berardo tornou-se desde então um espaço de referência na arte moderna e contemporânea. A coleção privada de José Berardo está cedida em permanência desde o ano de inauguração no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

Em novembro do ano passado, o protocolo de dez anos para cedência de obras da coleção e manutenção do Museu Berardo foi renovado entre o Estado e o colecionador, altura em que terá sido tomada a decisão do ministro da cultura Luís Filipe Castro Mendes. O objetivo é garantir meios de financiamento do museu, cujo orçamento bienal é agora de 2,1 milhões de euros.

Entre 2007 e 2016, o museu recebeu mais de 6,6 milhões de visitantes, um milhão dos quais só no último ano. José Berardo tem hoje uma das mais importantes coleções privadas da Europa, cujo acervo incial de 862 obras foi avaliado em 316 milhões de euros pela leiloeira internacional Christie’s. Atualmente a coleção conta com mais de 900 obras de artistas de renome como Marcel Duchamp, Henry Moore, Paula Rego, Max Bill, Pedro Cabrita Reis ou Joana Vasconcelos.