Alvíssaras! O Twitter vai fazer aquilo que qualquer cliente minimamente decente para plataformas web e móveis já permite fazer pelo menos parcialmente há uns anos [arrisco a dizer… há pelo menos 5 anos]: filtros.

Sarcasmo à parte, esta alteração, infelizmente tardia mas muito bem-vinda, é uma nova adição às funcionalidades contra o assédio que a plataforma tem vindo a implementar. E não é a única!

A partir de agora, cada utilizador pode bloquear palavras, frases ou utilizadores da timeline. O período de cada bloqueio pode ser definido para um dia, uma semana, um mês ou permanente. As contas que tenham as fotos de perfil padrão, ou sem email ou número de telemóvel confirmados, também vão poder ser bloqueadas.

Aumentam medidas proativas para filtrar comportamentos abusivos

A empresa também anunciou que vai aumentar as medidas proativas para identificar contas que tenham comportamentos abusivos, como o envio frequente de mensagens não solicitadas a contas que não seguem, mesmo que não reportados pelos utilizadores. Como punição, são implementados limites às funcionalidades do Twitter durante um determinado período de tempo. Um, dado como exemplo no press-release, é ser apenas permitido aos seguidores diretos ver os tweets publicados.

O Twitter vai também dar mais feedback ao utilizador quando reportar um tweet ou uma conta, seja o próprio ou outro alvo de assédio. O utilizador irá receber uma notificação na plataforma quando a denúncia for processada e se houver ação adicional.

Nem todos os utilizadores têm ainda disponíveis as novas funcionalidades, que poderão começar a ser exibidas de forma gradual.

Segue o Espalha Factos no Twitter