O YouTube, uma das maiores plataformas digitais de partilha de conteúdo em formato vídeo, anunciou na passada segunda-feira números surpreendentes. Foi revelado que os seus utilizadores dedicam mas de mil milhões de horas de visualização diária aos inúmeros vídeos disponíveis em streaming para todo o mundo.

O surpreendente valor de visualizações que corresponde a exatamente 100 mil anos de conteúdo diário foi atingido no passado ano de 2016, anunciou a empresa no seu blog oficial, e mais de metade desse conteúdo foi assistido em plataformas mobile, o que confirma a preferência dos consumidores em consumir conteúdo multi-média em dispositivos portáteis como smartphones, tablets e similares.

Estes valores vêm confirmar um crescimento assegurado do YouTube enquanto plataforma de produção de conteúdo de qualidade numa altura em que a emergência do mercado e o advento de alternativas cada vez mais aliciantes têm vindo a causar alguns problemas à plataforma digital.

YouTube Red desaponta

youtube

YouTube Red (Fotografia: TechCrunch)

O YouTube Red, um serviço de subscrição que, por enquanto, só se encontra disponível em alguns países como os Estados Unidos da América, a Austrália, o México, a Coreia do Sul, e a Nova Zelândia, oferece a capacidade de assistir a conteúdo offline em plataformas mobile e acesso a conteúdo original produzido exclusivamente para a plataforma YouTube Red. No entanto, apesar de todo este arsenal, a empresa está a ter dificuldades em aliciar utilizadores para o seu novo serviço, com apenas 1.5 milhões de utilizadores ativos de momento.

De maneira a tentar reverter a conjuntura atual, a empresa já anunciou que irá proceder a algumas mudanças na sua nova plataforma, como a remoção de pequenos anúncios publicitários de 30 segundos que, até então, não podiam ser saltados. Espera-se que esta nova atualização chegue em meados do próximo ano, com a promessa de converter novos e mais utilizadores à subscrição paga.

O céu é o limite

youtube

YouTube Live Streaming (Fotografia: Engadget)

Apesar das adversidades, espera-se que os valores reportados pelo YouTube na passada segunda-feira venham a crescer. Em bom rigor, a empresa já anunciou a implementação de uma nova funcionalidade na plataforma – a de live streaming que, por enquanto, estará limitada a utilizadores com mais de 10.000 subscritores mas que, no futuro, deverá chegar a todos à escala global.

Entre novos trailers de filmes, passando por vídeos-tutoriais e culminando em vídeos virais que se transformam em verdadeiros fenómenos estranhos da nossa pop culture, esperam-nos mais tantos mil milhões de horas de conteúdo com a premissa de, no próximo ano, ver estes valores triplicados.