Durante o mês de março, os poemas de Natália Correia serão declamados nos transportes públicos de Ponta Delgada, nos Açores, numa iniciativa organizada pela Fundação Inatel.

A programação Poesia em Natália, que inclui uma tertúlia, uma exposição, animação musical e um espetáculo, é a quarta edição promovida pela Inatel, depois de celebrar a poesia de Fernando Pessoa, em Lisboa, de Sophia de Mello Breyner Andresen, no Porto, e de José Régio, em Portalegre.

Inês de Medeiros, deputada e vice-presidente da Fundação, afirmou que o objetivo é levar a cultura à população, numa “celebração na rua” que, de “uma forma original e generosa”, celebre a obra da poetisa, fazendo declamações nos transportes públicos.

“O que importa salientar é que esta iniciativa é muito dirigida para dar a conhecer de forma diferente, de forma lúdica e vivencial às gerações mais novas o que é a vida e a obra de um poeta”, afirmou Inês de Medeiros.

Natália Correia nasceu em Ponta Delgada, em 1923, e mudou-se para Lisboa definitivamente, onde morreu a 16 de março de 1993. Foi poetisa, dramaturga, romancista, ensaísta, tradutora, jornalista, guionista, editora e deputada.