Depois de divulgar que a sétima temporada de American Horror Story será baseada nas eleições presidenciais norte-americanas de 2016, Ryan Murphy, escritor e produtor da série, confirma agora que as personagens principais das eleições, Donald Trump Hillary Clinton, não serão representadas na nova temporada.

Sempre com foco na violência, no macabro e sobrenatural, nas temporadas anteriores, a escolha das eleições norte-americanas como palco da sétima temporada de American Horror Story foi vista com grande surpresa. No entanto, não será difícil para Murphy extraír conteúdo para uma nova temporada. Com semelhança à sexta temporada de American Horror Story: Roanoke, os eventos ocorridos em 2016 podem ser uma oportunidade para explorar a sátira social, abordando assuntos como o racismo, a xenofobia e a opressão.

Lê também: ‘American Horror Story’: nova temporada será inspirada em eleições norte-americanas

Agora, como se constrói uma temporada sobre as eleições norte-americanas de 2016 sem representar Trump e Clinton? Bem, o tema não será uma representação literal. No Publicists Guild Awards, Murphy disse o seguinte:

“Os temas de American Horror Story sempre foram fábulas. Não irão ver Trump e Clinton como personagens na série.”

Provavelmente, na sétima temporada, encontraremos personagens de natureza semelhante à candidata democrata e ao atual presidente, numa espécie de paródia. American Horror Story tem um historial de seguir enredos que causam reações muito opostas nos fãs: ou adoram, ou odeiam.

O que é certo, é que podemos esperar algo muito diferente, com uma nova temporada a seguir um caminho contrário: o foco em acontecimentos retirados diretamente da vida real.