A Forbes, revista de negócios e economia norte-americana, publicou esta semana um artigo onde explica as principais razões pelas quais o Porto é a cidade a visitar este ano.

Angelina Villa-Clarke, jornalista que redigiu o artigo, afirma que no Porto há “algo para todos os gostos”, classificando a cidade como “um dos mais ecléticos destinos europeus”, devido à variedade da oferta existente na mesma: da “arquitetura medieval” e da Ponte de D.Luís I, aos cafés de estilo “Art Nouveau”. Mas não fica por aqui.

A publicação realça que a cidade é perfeita para aqueles que amam história, afirmando que se irão “render ao charme da Invicta” e não poupando elogios a monumentos históricos como a conceituada Livraria Lello, uma das mais antigas e prestigiadas livrarias do mundo de traços “Neogóticos” e a famosa Estação de São Bento, constituída por cerca de “20.000 azulejos que decoram as paredes”.

Ribeira do Porto, um dos pontos turísticos mais atrativos da cidade

“Gourmets estarão no seu elemento”

É ainda dado destaque especial à gastronomia da cidade, fazendo alusão ao Mercado de frescos do Bolhão e às caves de vinho do Porto, situadas em Gaia. Para a autora, “a cidade fomenta o apetite” e potencia “descobertas culinárias”.

Ainda no seguimento da cozinha portuguesa, é elogiado o conceituado hotel The Yeatman, também ele situado em Vila Nova de Gaia e com um restaurante detentor de duas estrelas Michelin e caves de vinho anexadas. De acordo com a Forbes, o The Yeatman é um dos “maiores líderes de hotéis ligados ao vinho na Europa”.

 Adrian Bridge, proprietário e CEO do hotel, também ele um verdadeiro amante do Porto, tem sido, segundo a Forbes, um dos principais responsáveis por “colocar a cidade na ribalta”, através dos diversos projetos dos quais faz parte relativos à cidade.

Vista do hotel “The Yeatman” para o Porto

É ainda elaborada uma entrevista ao CEO, que enaltece a singuralidade e o caráter único da cidade, referindo que o que faz o Porto uma cidade extraordinária são “as pessoas, a história, o ambiente, a arquitetura, que permaneceu intacta durante a destruição do século XX”. Adrian recomenda ainda alguns lugares imperdíveis a visitar no Porto, tais como a Torre dos Clérigos, “onde se poderá desfrutar duma magnífica vista” e outras lojas locais.

Questionado relativamente ao turismo emergente na cidade e as suas possíveis consequências negativas, o CEO afirma que vê o turismo mais como um motor de avanço do que como algo negativo e prejudicial.

Para ele, o turismo “cria novos postos de trabalho e cria orgulho na população sobre si mesma”, daí o esforço para “promover o Vale de Douro e a renovação e reabilitação de muitos edifícios históricos antigos”.

Torre dos Clérigos, um dos monumentos mais antigos da cidade

Por fim, a revista menciona a construção do novo hotel The Vintage House, um hotel com um estilo mais rústico mas contendo ainda o luxo que prevalece em ambos os hotéis do empreendedor britânico.

A Forbes, criada em 1917 em Nova Iorque, nos Estados Unidos, é uma revista de negócios e economia americana, publicada quinzenalmente e contendo artigos e reportagens acerca dos mais variados temas, desde finanças a indústria, investimento, marketing e turismo.

Podes consultar o artigo da Forbes na íntegra aqui.